sexta-feira, 6 de novembro de 2015

doutrina10


A Doutrina 10



20 de maio de 2015

Brian Kocourek


1             Esta noite eu gostaria de continuar com o nosso estudo sobre o tema da Doutrina. E vamos começar olhando para uma declaração que William Branham fez em seu sermão  A Obra-Prima, e vamos ler do parágrafo  71.

2             A  Obra-Prima (05/07/1964) Então aperfeiçoou  um Redentor do homem, tão perfeito,  tão piedoso  (Ainda que não houvesse nenhuma beleza para que O desejássemos), quando esse Filho do Deus vivo  de nascimento virginal se torna tão perfeito, e  humilde, e  à imagem de Deus, até que o grande Mestre que tinha trazido Sua vida através dos profetas (e Ele foi o cumprimento de todos os profetas)... Ele era tão perfeito, até que Deus vendo  isso O feriu e clamou: “Fala! como Michelangelo fez: “Fala!”.

3             Agora, antes de prosseguirmos, quero trazer alguns pequenos pontos desta declaração que ele disse no § 71 relacionado ao Filho de Deus. Ao descrever o Filho de Deus, William Branham  disse: Então  aperfeiçoou, um Redentor do homem,  tão  Piedoso, ainda  que não houvesse nenhuma beleza para que O desejássemos.

4             Agora, você não pode ser aperfeiçoado se você sempre fosse assim e você é Deus e você não muda.

5             E como eu disse na semana passada, se você entender a Divindade corretamente, a forma como o profeta de Deus entendia, então você entenderá que há somente “um” que é perfeito e esse é Deus. Portanto, este  Filho de Deus  tornou-se perfeito  quando Deus entrou Nele. Pois Ele é a nossa perfeição.

6             Agora, outra coisa que ele disse ao falar do Filho de Deus, o irmão Branham disse que ele era tão Piedoso”. Agora,  Piedoso” significa “piedade, que se caracteriza por uma atitude voltada a Deus”, e é expressa nas ações que são centradas em Deus  e  com o objetivo de agradar a Deus.

7             Isso descreve Jesus, o Filho de Deus, muito bem, porque Ele disse em  João 4:34 A Minha comida é fazer a vontade Daquele que Me enviou, e completar a Sua obra. E Jesus também disse em João 8:29  E Aquele que Me enviou está Comigo: o Pai não Me tem deixado só; pois Eu faço sempre o que Lhe agrada.

8             Portanto se Jesus e Deus eram um como o seu dedo é um como os unitários acreditam, então esta declaração que Ele fez sobre a natureza devota do Filho de Deus para  com Deus  não faria qualquer sentido. Mas vendo que o irmão Branham disse que Deus e Jesus não eram um como o seu dedo é um,  então podemos compreender que ele usou essa frase para descrever a atitude do Filho de Deus para com o Seu Pai.

9             Ora, Deus não pode ser piedoso, porque Ele é Deus. “Piedoso” significa “ser como Deus”. E a frase “ser como” nos permite saber que o que se fala aqui não é o que alguém gosta, mas sim que suas ações e suas maneiras são as mesmas que. “Piedoso” ou “como Deus” significa ser devoto e “voltado a”, fala  de outro  e não do próprio Deus. Mas desde que o Filho de Deus não era Deus, então Ele poderia ser piedoso ou ter Deus centrado em Sua Vida.

10          Agora, no parágrafo  72  o irmão Branham disse:   Você diz: “É mesmo?” Em São Marcos 9:7 nos encontramos sobre o  Monte  da Transfiguração, quando lá estava Moisés, a lei, ali estava Elias, os profetas. Desde os patriarcas, os pais, a lei, os profetas, e todos eles ali, ouvimos uma voz que desce da nuvem e disse: Este é o Meu Filho amado, a Ele ouvi. E  se eles ouvirem, Ele tem que falar. Isso foi apenas alguns dias antes que Ele fosse ferido. “Este é o Meu Filho, em Quem tenho o prazer de habitar”. “Eu tenho moldado Ele. Eu estive por quatro mil anos trazendo-Lhe para isto. E agora Ele está tão perfeito que Eu tenho que feri-Lo para que Ele possa falar”. A Ele ouvi. “Ele é o aperfeiçoado. Ele é a Obra-Prima”.

11          Agora, eu gostaria de parar aqui por um minuto e examinar algo que o irmão Branham disse a respeito do relacionamento que Deus tinha com o Seu Filho. Note que ele cita Deus como que dizendo:  Este é o Meu Filho, em Quem tenho o prazer de habitar”. “Tenho moldado Ele.  Eu estive por quatro mil anos trazendo-Lhe para isto”.

12          Apenas pense,  aqui é um vislumbre da relação entre o Pai e o Filho. Ele está nos dizendo que Deus passou os últimos quatro mil anos trazendo o Seu Filho para este lugar de adoção. Para quê? Ao ponto em que Ele entraria em Seu Filho.

13          Agora, isso pode parecer heresia para muitos que acreditam que Jesus e Deus eram um como o seu dedo é um, e isso pode parecer heresia para todos aqueles que acreditam que Deus era uma comissão constituída por  um  chamado de Pai, outro chamado de Filho e ainda um outro chamado o Espírito Santo ou Santo Espírito.

14          Eu vi um filme há vários anos atrás chamado de “William Branham, o General de Deus” e depois de mostrar muitos clipes do “O Fundo  Clama  ao Fundo” e O Profeta do Século 20” o homem estava tratando da vida de William Branham e ele disse: “William Branham foi verdadeiramente um profeta de Deus, mas ele partiu quando ele deixou o dom que Deus lhe deu e tentou se tornar um mestre”.

15          Agora, eu sinto muito, mas aquelas não eram as palavras originais deste homem que estava falando, elas eram o mesmo slogan de cada um daqueles ministros trinitários que têm usado desde que o irmão Branham saiu de cena.

16          Era muito evidente enquanto assistiam a este filme de que muitas pessoas criam no dom que o irmão Branham teve enquanto orava pelos enfermos, mas nesse sentido eles não são diferentes de mim ou de você em que eles criam que era um dom de Deus e que mostrava a Presença de Deus em operação. Mas o que nos torna muito diferentes deles é que, embora nós amássemos o dom de Deus que estava na vida de William Branham, nós não olhamos para esse dom como a razão de tudo, mas para o que nos levou a sentar-se e tomar nota”, de que este homem era muito diferente de todos os outros e que Deus estava definitivamente com Ele, e se assim for, então devemos nos calar e ouvir o que ele tem a nos dizer. E convenhamos, não era o discernimento a questão em si, mas o Assim diz o Senhor.

17          Mas os ministros pentecostais não querem se calar e ouvir. Eles vivem com uma opinião elevada de si mesmos, e por causa disso eles já perderam completamente Deus escondendo-Se em simplicidade. 

18          O irmão Branham disse em seu  sermão chamado A Voz do Sinal (13/03/1964) Agora, o sinal tem uma voz. E, agora, todo sinal verdadeiramente enviado da parte de Deus tem uma voz, e essa voz tem que falar de acordo com a Palavra que é dada para esse dia, exatamente. Se a voz vem, a mesma antiga voz da mesma antiga... Você vê um sinal, melhor, e o sinal que o homem está fazendo é a mesma antiga escola de pensamento, então você pode dizer aí mesmo: “Isso não veio de Deus”. Se continua identificando a mesma antiga escola de pensamento. Nunca veio. Nunca veio. Isto seria contrário ao programa de Deus. Tem que ser algo novo. Tem que ser algo que as pessoas não compreendem. Isto tem o... ou isto não seria enviado. Não tem que ser enviado, se for a mesma antiga escola de teologia. Tem que ser algo diferente, ainda assim tem que ser identificado na Palavra, que é para esse dia. Veja, os positivos da Palavra de Deus, tem que ser isso. Não há enganos nisto. Tem que ser a verdade; tem que ser vindicado por Deus, a Verdade. E o homem que fala isto tem que ser vindicado por Deus, para ser um vidente de Deus, ou está errado; eles nem ao menos – nem ao menos vêem isto, em absoluto, nem ao menos crêem nisto.

19          E mais uma vez ele disse em seu sermão  A Voz do Sinal (14/02/1964) Agora, o sinal de que é prometido para o dia é feito diante do povo. E então a Escritura escrita que surge é a voz do referido sinal. Se isso não dá uma voz bíblica,  então fique longe disso. Vê? Isso não é Deus, porque Deus não pode prometer isso para hoje e dizer: “Bem, é isso”. Vê? Deus não pode fazer isso.  Deus não pode prometer algo para um dia e dizer: “Não, não. Isso não vai fazer isso. Isso foi para outro dia. O que Ele promete, Ele deve permanecer com isso. E o sinal bíblico verdadeiro é a voz das Escrituras.

20          O Deus Que é Rico em Misericórdia (19/01/1965) A Moisés foram dados dois sinais, e cada sinal tinha uma voz. Isso mesmo.  Eu preguei sobre isto aqui há algum tempo atrás, em algum lugar, no “A Voz do Sinal”. Deve ter uma Voz do sinal . É uma mudança. Sempre é assim. Se não for, então ela não veio de Deus.  Se um homem surge com um ministério estranho e peculiar, que é encontrado na Bíblia ser a Verdade, e esse homem permanece exatamente naquela mesma velha doutrina denominacional, esqueça isso. SimplesDeus não faz uma coisa dessas. Essa coisa, isso é maná podre que tem cupins nele, ou vermes, ou do que você quiser chamá-lo, desde quarenta, cinqüenta anos atrás, ainda tentando comer aquele velho maná que caiu lá há anos atrás. E os filhos de  Israel  em sua jornada, o maná novo caía a noite toda. É isso mesmo, você não conseguiria deixá-lo acabar. Nós não vivemos de alguma outra era passada. Estamos comendo um novo Maná, o fresco maná do céu em nossa jornada, enquanto seguimos.

21          Eu gosto especialmente do que ele disse aqui sobre que sentido teria para Deus enviar um sinal para as pessoas e depois encaminhá-las para a mesma coisa em que elas já estavam? Eu me recordo do irmão Vayle nos dizendo anos atrás a respeito disso. Ele disse: “Poderia você imaginar sentado na mesa comendo o seu mingau e eu exclamando sobre a cena dizendo que eu tinha uma mensagem do Senhor para você, e você dissesse: ‘Que mensagem é essa?”, e eu diria: ‘Assim diz o Senhor, você está comendo mingau’. Agora, que tipo de mensagem seria essa?”.

22          Sinceramente eu não entendo essa mentalidade. Quando eu vim para a Mensagem não foi por causa dos milagres, foi por causa da doutrina. O que me atraiu foi a doutrina. Milagres são agradáveis ​​para se falar e ainda melhor para se ter em sua vida, mas eles não são eternos. Porém a Palavra é Eterna e a Palavra é vida, e é com isso que estamos nos alimentando.

23          Eu creio em orar pelos enfermos, e eu tenho visto muitos milagres em minhas próprias reuniões, mas Deus te torna melhor neste  corpo,  e você ainda está neste corpo. O corpo é curado, mas o corpo ficará doente outra vez. Lázaro foi ressuscitado dentre os mortos, e Lázaro morreu novamente de qualquer maneira. Mas  há algo sobre a doutrina que leva você para fora deste corpo, se pelo menos por um momento você se esquecer de todos os seus problemas e for elevado até a presença do Eterno e tiver um vislumbre da Vida por vir.

24          A doutrina  leva você para o descanso.  doutrina  tranqüiliza a sua alma, a doutrina  dá-lhe paz, e ela estimula a sua mente, e  dá-lhe um antegozo da glória divina. Ela posiciona você e  permite que você veja o seu estado com Deus  e  o seu estado como um filho de Deus. Mas as curas vêm e vão. Tenho visto pessoas curadas de câncer nos pulmões para simplesmente morrer seis meses depois de outro tipo de câncer no cérebro. Mas a Palavra do Senhor permanece para sempre.

25          A Voz do Sinal (21/03/1964)  Cada  verdadeiro sinal de Deus é seguido pela voz de Deus. Agora, se um homem dá um sinal no país ou em qualquer momento, e aquela voz que fala por trás disso  não é a Palavra de Deus, então observe. Não creia nisso.  Se alguma velha escola... Se um homem se levanta e diz, mostra um sinal de Deus, e depois o ensinamento do homem é a mesma velha teologia que você teve por todos estes anos, Deus nunca enviou esse sinal. Olhe para trás na Escritura e veja se ele foi. Examinai as Escrituras. Se um sujeito volta e diz: “Agora, todos nós queremos que você se junte a isso. Um velho assunto foi estabelecido”, não creia nisso. Nós entraremos nisso em poucos minutos. Vê? Não,  não creia nisso. Deus sempre vindica os Seus sinais. O sinal de Deus sempre fala a Voz de Deus. E  se é a mesma velha escola que você teve, por que Ele daria um sinal? Você já está nisso. Ele está tentando levá-lo para aquela esquina. Pare no  sinal,  diminua a velocidade, olhe para onde você está indo. Você se jogará na esquina se você não prestar atenção. Há uma curva acentuada. E há sempre um sinal, antes de fazer esta curva, para impedir você de destruir-se. Bons construtores  de estrada  põem sinais, e nós estamos viajando no caminho para a glória. E  se o sinal fala da mesma velha coisa, isso não era de Deus. Deus dá sinais para atrair a atenção de Seu povo. Os sinais são para atrair a atenção do povo de Deus; os sinais do Senhor são para isso. Os sinais de Deus são dados para atrair a atenção do povo de Deus.

26          Qual é o propósito de um sinal de qualquer maneira? Os sinais são uma maneira de conseguir a sua atenção de que há uma curva na esquina se aproximando. O sinal de “Pare” significa que você tem que parar ou você pode destruir-se. Um sinal que diz “escorregadio quando molhado” significa que o caminho é escorregadio quando molhado e, geralmente, é na estrada onde existem muitas voltas e o sinal mostra muitas voltas. Mas o mundo pentecostal simplesmente não entende isso. Eles pensam que “Pare” significa “Siga”, e “Devagar” significa “À pleno vapor em frente”,  e “Escorregadio quando molhado” significa “Bom passeio e a estrada está sempre em frente”. E eles estão loucos. Simplesmente estúpidos. Isso é tudo.

27          Assim, auto-centrados de que eles deixaram Deus de fora da mensagem do pentecostes. Ele está do lado de fora batendo tentando entrar e eles não deixarão que a Palavra entre.

28          De  A Voz do Sinal (21/03/1964) o irmão Branham disse:  Para  o eleito, eles veem isso, como a pequena mulher com um coração puro em um corpo contaminado, e o fariseu com um corpo puro e um coração contaminado. Condenou um e salvou o outro. E  o mesmo juízo que salvou  Moisés, condenou o mundo, sua pregação.  Isso deixa o eleito preparado. Para o que o eleito está preparado? Quando eles vêem que Deus enviou um sinal, eles olham para trás na Escritura e veem se isso está suposto a estar lá. “Sim, aqui está. O que é? Juízo pendente”. Então  o eleito ouve à voz. Mas  os não eleitos ignoram e dizem: “Bobagem. Siga em frente. Nós prosseguiremos com a mesma velha escola”. Foi dessa maneira que eles fizeram nos dias de Lutero. Foi dessa maneira que eles fizeram nos dias de Wesley. É dessa maneira que eles fazem agora, da maneira que sempre fizeram. Mas é um sinal, e  isso tem uma voz que segue o sinal. E a voz é identificada como uma voz bíblica. Agora, não se esqueça disso. Eu mantenho nisso, porque pode ser que nunca mais possa vê-lo novamente. Eu gostaria de ter uma maneira em que eu pudesse descer aqui em algum lugar, e fazer com que todos os meus irmãos quando eles não tivessem avivamentos acontecendo, colocar uma tenda, e simplesmente ficar dia após dia, e  ensinar isso até que realmente se embriagassem nisso.  Mas  Ele não permitiria isso, eu não creio. Veja, estamos muito perto do fim. Creio que estamos agora mesmo no fim.

29          Novamente de  A Voz do Sinal (13/03/1964) ele disse: Quando um homem se levanta com um sinal, a mesma velha escola de pensamento,  há algo errado. Isso não é proveniente de Deus. Oh, que coisa. Deixe o Seu caminho direito agora mesmo. Você crê nisso?

30          E de seu sermão Um Homem Fugindo da Presença (17/02/1965) §§ 136-138 ele disse: Se uma Mensagem vai adiante, há sinais e maravilhas, e você ainda vê aquela mesma maneira de pensar com a qual você foi formado? Isso não veio de Deus. Deus não tem que simplesmente fazer... Deus está tentando atrair a sua atenção para alguma Coisa. E então quando Jesus saiu, Ele começou a curar os doentes, e a fazer grandes obras e coisas assim. Ele, sempre, Ele... Jesus fez isso. E Moisés e Jesus fizeram isso, e o restante deles. E quando Ele esteve aqui, Ele fez isso. E Ele está fazendo, a mesma coisa hoje. Quando Ele envia um encontro como esse, reavivamentos, e dá início a uma reunião na terra, e começa a Se mover junto com estes grandes sinais e maravilhas. E então você vê, volta, aquela mesma maneira de ensinar, há algo que não está certo em algum lugar aí. Há algo novo surgindo.

31          E do seu sermão Tentando Fazer Um Serviço Para Deus (27/11/1965) §§ 260-262 ele disse: Temos falsos personificadores a se levantar. Isso é para fazer o quê? Para enganar. A Bíblia diz que eles iriam. “Como Jambres e Janes resistiram a Moisés, assim, resistirão estes nos últimos dias.” Está vendo? Eles fazem a mesma coisa, vêm junto personificando Isto, exatamente. Está vendo? Tenha cuidado! Observe a Doutrina da Bíblia. Observe a mensagem que segue esses sinais! Ainda uma mensagem da mesma velha escola? Esqueça-o! Deus enviou os milagres e sinais para atrair a atenção do Seu povo. Quando Jesus veio somente curando os enfermos e assim por diante, assim fizeram os profetas. Eles pensaram: “Oh, glória, Ele está vindo, Ele será fariseu. Ele será saduceu.” Todavia Ele disse: “Raça de serpentes e víboras.” Disse: “Vós tendes por pai ao diabo, as suas obras vós praticais.” Disse: “Se não comerdes a carne do Filho do homem, e não beberdes o Seu Sangue, não haverá vida em vós.” Ele não explicou Isto. Ele não tinha de explicá-Lo. Aleluia. Isso era para outra estação. Hã-hã. Ele apenas disse o que tinha de dizer: “Eu sempre faço o que é agradável ao Pai”, e que é guardar a Sua Palavra. “Se não guardo, Minha vida e minhas obras não se enquadram na Sua Palavra que são para Eu fazer, então não creiais em Mim, Eu não sou Ele; se porém elas se enquadram, então crede nas obras se não podeis crer em Mim”.

32          E do seu sermão  O Sinal (08/03/1964)  ele disse: Agora, quando você vê sinais acontecendo, e nenhuma mensagem por trás dele, apenas a mesma velha escola de teologia e assim por diante,  isso não era de Deus.  Mas  onde há um sinal mostrado, uma mensagem segue a isso.

33          Mas aqueles homens podiam crer que William Branham nunca falhava no discernimento do coração e ainda mais que a Bíblia nos diz que a Palavra de Deus é apta para discernir o coração. E se o discernimento é 100% certo, então a interpretação da Palavra também deve estar 100% ou Deus é um hipócrita. Mas convenhamos, a maioria desses impostores que combatem o irmão Branham em seu ensinamento nada mais são do que impostores adorando a um Deus impostor dividido em três cabeças. Fale sobre teologia louca, um Deus com três cabeças? Ou um Deus que é uma comissão de três.

34          Olhe, o irmão Branham sabia do que ele estava falando. Olhe para as suas palavras aqui de seu  sermão  Não Temais  (09/06/1960) Você crê no Senhor Jesus? Tenha fé em Deus. Está tudo acabado, irmão. Apenas creia agora. Somos estranhos um para o outro. Agora, isso deve resolver para todo o grupo de vocês. Isso confirma que eu estou pregando a verdade? Como é que Deus me permitiria dizer algo errado, e permanecer com minha própria mensagem? Essas coisas são apenas para indicar a uma vindicação divina de que a minha teologia está certa. Isto é exatamente correto. A Palavra do Senhor veio aos profetas.  

35          E de seu sermão O Cego Bartimeu (13/07/1960) ele disse: E ao orar pelos enfermos, esta noite enquanto oramos pelos enfermos, o Senhor pode vir a nós e dar as visões. E se Ele der, lembre-se de que a visão não cura as pessoas. A visão é apenas uma vindicação de que a Palavra está certa. Quantos sabem o que a palavra “profeta” significa? Claro que sim. Um “profeta” significa “aquele que prediz ou diz antes”. E  isso é um sinal divino de Deus de que esta pessoa que está falando tem a interpretação correta da Palavra Divina, porque a Palavra do Senhor veio aos profetas. E o profeta predisse e fez aqueles sinais, que é uma vindicação de que ele tinha a interpretação da Palavra divina.

36          Então o que eu estou tentando passar aqui esta noite é de que Deus usa os sinais e maravilhas para chamar a sua atenção. Isso é tudo. Por quê? Porque  Ele está preparando para virar uma esquina e trazer algo que está na Palavra, mas que tem sido escondido para a compreensão dos homens. Mas o que vem como doutrina é preferível se alinhar palavra por palavra com a Palavra vindicada de Deus ou esqueça isso, fuja disso. Mas se os sinais aparecem e a Palavra vem, então isso será algo novo, como disse o irmão Branham, e é melhor você prestar muita atenção porque se você perder de virar aquela esquina, você irá se quebrar. Porque há sempre um alerta antes do juízo.
Oremos.

Tradução: Diógenes Dornelles










Série A Doutrina - todos os arquivos

Nenhum comentário:

Postar um comentário