domingo, 26 de junho de 2016

josue39

ENTRE O JORDÃO E O CALVÁRIO

O Livro de Josué – parte 39

Tabernáculo Doutrina da Mensagem
Francisco Morato SP – 12 de Fevereiro de 2008
Ir. Rosendo

Está longe Canaã?

O caminho é longo e mau os nossos pés feridos estão
Ainda é longe Canaã? Ainda longe Canaã?
Na jornada anelando mais e mais sua proteção
Estará ainda longe Canaã?

Estamos fracos tão cansados
Já viajamos por valados por deserto abrasador
Estamos fracos tão cansados
Estará ainda longe Canaã?

Nós seguimos por desertos, o caminho do cristão
Ainda é longe Canaã? Ainda é longe Canaã?
Quantas vezes têm faltado nosso leito o nosso pão
Estará ainda longe Canaã?

Somente crer, somente crer
Tudo é possível, somente crer
Somente crer, Somente crer
Tudo é possível, somente crer

Creio Senhor, creio Senhor
Tudo é possível, creio Senhor
Nada a temer, nada a temer
Tudo é possível, somente crer

Oração
1 - Deus, Pai Eterno e Todo Poderoso, Pai de Nosso Senhor Jesus Cristo em Tuas Mãos estamos mais uma vez Senhor e desta feita pedimos perdão dos nossos pecados, pelas nossas faltas, oh Senhor por nossas fraquezas, por tudo aquilo que somos e sabemos nós que não somos nada! O que temos para Te oferecer Senhor? Então Pai Bendito, existe algo dentro de nós que possamos, que nós podemos entregar de volta a Ti, isto é algo que o Senhor já nos tem dado que é a fé de nosso Senhor Jesus Cristo. Sendo que fé é uma revelação Senhor, então esta revelação Tu mesmo colocaste sobre nós e isto vem através de uma renovação da nossa mente, quando a Mente de Cristo vem a nós e expulsa de nós tudo aquilo que não é Teu, tudo aquilo que não está de acordo com a Tua Palavra. Pedimos perdão por tudo aquilo que temos feito, pensado, agido, e que não está de acordo com a Tua Vontade e que a Tua Presença neste instante possa nos purificar de todo mal, de todo pecado, de toda injustiça e que possamos Pai como filhos da luz brilhar diante dos homens e diante do Senhor, a luz que vem do Pai das luzes, que vem do Senhor e precisa ser refletida através de nós nessa terra. É no Nome de Jesus Cristo que nó te agradecemos por este momento que temos agora, esta oportunidade de juntos participarmos da Tua Palavra e comermos o Pão da Vida, o Manar que não desvanece. No Nome de Jesus Cristo nós te agradecemos amém e amém Senhor. [Amém.]

Leitura Bíblica

2 - Boa tarde no Nome do Senhor Jesus. [Amém.] Não vamos demorar muito, vamos então nos colocar de pé, como diz: sem muita delonga né? Vamos nos colocar de pé e vamos ler as escrituras sagradas. Josué capítulo 3 versículo 17, está escrito assim;  
17 Porém os sacerdotes, que levavam a arca da aliança do SENHOR, pararam firmes, em seco, no meio do Jordão, e todo o Israel passou a seco, até que todo o povo acabou de passar o Jordão.
Efésios capítulo 2 versículo 1 diz – E VOS vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados, 2 Em que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência. 3 Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também. 4 Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, 5 Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), 6 E nos ressuscitou juntamente com ele e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus; [Amém.] Amém.

3 - Senhor Deus, nós voltamos a falar Contigo uma vez mais Senhor, e curvamos nossas frontes com reverencia, respeito a Tua Presença e isto que cremos ser a Tua Palavra, a coisa, a maior dádiva que o Senhor tinha para nós os Teus filhos era a Tua Palavra, a maior arma com o qual podemos vencer o inimigo, com a qual podemos vencer a nós mesmo e Senhor rogamos- te, humildemente no Nome de Jesus Cristo que Tu mais uma vez fale conosco e unja os nossos lábios e os nossos ouvidos e que possamos falar e ouvir a Tua Palavra e nos alimentar daquilo que está escrito, no Nome de Jesus o Teu Filho nós Te pedimos amém. [Amém.] Podeis sentar.

Introdução Ao Tema

4 - Nós vamos neste culto dá continuidade ao estudo nosso sobre “O Livro de Josué”, este é já o culto de número 39 da nossa série. E nós vamos falar um pouquinho sobre “Entre o Jordão e o Calvário”. Aqui onde nós lemos no livro de Josué mostra que os sacerdotes levando a Arca da Aliança do Senhor pararam no meio do Jordão e ficaram firme em seco no meio do Jordão, sendo que o Jordão significa para nós “Morte”, fazer morrer a si mesmo, você tem que saber que você tem que secar, você tem que estar seco, do jeito que a vara de Arão estava. Seco e sem vida. É assim que se morre. Não há mais vida ali. E o que acontece? Deus então começa a dar força, a colocar de volta sobre este “defunto” vamos dizer assim, este lugar seco sem vida, Deus começa então a bombar outra vez a vida, o fôlego da vida, e aquilo que estava seco começa a se reverdecer.

5 - Então sabendo você que Efésios e Josué é o mesmo livro para aqueles que vieram se manifestar na era Efesiana, observe que em Efésios 2:1 diz que quando você estava morto em ofensas e pecados separados de Deus não tinha água da vida fluindo através de você. Tinha estancado ou você era um entrave no fluxo do Rio da Vida que flui do Trono de Deus e do Cordeiro e que... vamos dizer assim navega, trafega de eternidade a eternidade. Mais em você aquilo não fluía, não tinha vida por causa do pecado que separa. “E vos vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados...” nos vossos delitos. Porque em outro tempo, em outras... vamos dizer assim, em outras eras da tua vida, em outras idades, quem sabe aos seus dez anos, dezoito, vinte, trinta... não sei, outro tempo você andava de acordo com o curso deste mundo, e sabem “Curso” isto mostra para nós que é uma continuidade, é um seguimento, e o mundo está cada vez mais indo de mal a pior na trajetória onde ele está. E é assim que você estava, que nós estávamos também, seguindo o mesmo ritmo do mundo, tudo em uma mão só, porque não queríamos ser diferentes né? Queríamos também ser iguais a eles, então você andava nessa situação, você andava segundo o curso deste mundo e de acordo com o príncipe das potestade do ar que na sua Bíblia está: “segundo o que é de acordo” ou “depois de”. Isto quer dizer: o príncipe deste mundo ia na frente conduzindo todo este rebanho de pessoas, então ...segundo o príncipe... quer dizer: depois dele. Ele ia na frente chamando, atraindo atenção vê? E o que acontece? Este mesmo espírito que você seguia e que você procurava obedecer ele continua operando agora através dos filhos da desobediência, aqueles filhos que não tem neles nenhum sentido obedecer a Deus, ou obedecer a Vontade de Deus, eles são filhos da desobediência.
Entre a Cruz e a Espada

6 - Quando você estava seguindo o mesmo fluxo dele você estava sendo um filho desobediente, um filho em desobediência, mais você não é filho da desobediência, porque o pai da desobediência é o próprio satanás, então os filhos da desobediência são os filhos do diabo e estes continuarão seguindo o curso deste mundo. E Paulo diz: “Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne...” então diga-me uma coisa, aconteceu algo aqui a ponto de Cristo vivificar estes, estes que de acordo com as outras pessoas também andavam segundo os desejos da carne, da nossa carne, mas esta carne continua... você continua habitando nesta carne. O que aconteceu aqui? De acordo com o livro de Efésios aconteceu algo com esta carne que fazia tudo o que os outros faziam 3 Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; então a nossa natureza era a natureza de filhos da ira como os outros também, tínhamos a mesma natureza que eles tinham, a natureza pecaminosa.

7 - Então observe que enquanto estas pessoas andavam como as outras, elas seguiam desejos da carne, fazia a vontade da mente e dos pensamentos. Então o que precisa? Precisa é presenciar a Arca no meio do Jordão paradinha lá com água de um lado e do outro e você dizer assim:
– “Chegou a minha vez de passar.”
Porque para um filho de Deus não há alternativa. Não tem outro jeito, não tem outra forma. Se você é um filho, uma filha de Deus não existe outro meio, você tem que ficar entre o Jordão e o calvário. Vocês já viram aquele ditado popular: “Entre a cruz e a espada”? quem não conhece não é? Todo mundo conhece...
– “Eu fiquei entre a cruz e a espada.”
Quando chega uma situação esquisita, uma dificuldade você diz assim:
– “Eu estou entre a cruz e a espada.”
Então qual dos dois você escolhe? A cruz ou a espada? Você tem que saber que as duas coisas é morte, não tem escapatória, ou você morre crucificado ou pelo fio da navalha não é? Ou entre a cruz e o punhal, como queiram dizer, não há escapatória. Você tem que saber que vai morrer não importa qual forma.

A Linha de Morte
8 - E aqui estamos falando sobre entre o Jordão e o calvário, o que isto significa? Temos que estar dentro desta linha de morte, porque precisamos morrer para não sermos como os outros que continuam com esta vida pecaminosa, andando de acordo com os desejos da carne, de acordo com a mente e dos pensamentos.

9 - Então aqueles que passam por este processo e se livram do corpo, se livram dos seus próprios pensamentos estes sim tanto atravessam o Jordão como vai também até o calvário, porque eles realmente desejam morrer para poderem serem vivificados com Cristo. [Amém.] 4 Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, 5 Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), 6 E nos ressuscitou juntamente com ele e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus; está dizendo que isto aconteceu, não é que você vai se sentar em lugares celestiais, você tem que já estar nesta posição aqui, caso contrário não estará com Ele lá no Milênio. Estão entendendo isto? [Amém.]

Jeová-salvador

10 - Na mensagem O DEUS QUE É RICO EM MISERICORDIA 19 de Janeiro de 1965 (Go), o profeta do Senhor disse no parágrafo 32 - 32 E este foi o Livro de Efésios do Velho Testamento... lembram que eu li este mesmo parágrafo no culto anterior? Porque vamos prosseguindo. 32 E este foi o Livro de Efésios do Velho Testamento, Josué. Onde Moisés representava a lei, não podia salvar ninguém; porém a graça poderia, e aqui Josué é a mesma palavra como Jesus, “Jeová-salvador”. Lembre-se que na leitura de Efésios que é nosso Josué, nosso livro de Josué no Novo Testamento, diz que você foi vivificado e depois disse: “Pela Graça sois salvo.” No versículo 5 está assim - 5 Estando nós ainda mortos em nossas ofensas... quer dizer, merecíamos era o inferno ou lago de fogo e a condenação eterna. 5 Estando nós ainda mortos em nossas ofensas nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos) o que isso significa? O mesmo que significou Josué lá “Jeová-salvador”, porque Moisés representava a lei, Josué representava a graça. Veja isto aqui ...Moisés representava a lei, não podia salvar ninguém; porém a graça poderia, e aqui Josué é a mesma palavra como Jesus, “Jeová-salvador”. 33 E agora então, nós concluímos que viemos para outro Efésios, outro Éfeso agora. Onde, que, em nossas denominações intelectuais e assim por diante...

Denominação é Um Espírito

11 - observe, aqui agora trata-se de denominações intelectuais. Onde está este sistema denominacional? No intelecto agora, no intelecto. Porque você saiu da denominação da mesma forma que Israel saiu do Egito, e ele já não estava mais amassando barro, não estava mais sendo escravizado, não tinha chicote em suas costas, nem corda para amarrar seus tornozelos, no entanto, o Egito estava em seu intelecto a tal ponto que eles estavam pensando lá e dizendo:
– “Era bem melhor termos ficado lá.”
Vê que coisa? Debaixo do Pilar de Fogo recebendo as dádivas, os Dons de Deus e tudo e dizendo:
– “Não seria melhor termos ficado lá?”

12 - Então aqui depois que eles estavam nesta situação, por estarem agora na escravidão no seu intelecto eles morreram e não morreram para serem vivificados, morreram porque eram palha e não podiam ser manifestado em tais pessoas a Vida de Deus, uma vida de obediência a Vontade de Deus. E agora quando você... que Israel foi um tipo e você também saiu do Egito, da denominação, isto agora torna-se algo intelectual na mente das pessoas a tal ponto que o mesmo sistema da denominação que as pessoas se livraram de lá daquela escravidão começa agora a ganhar vida dentro da mensagem, e as pessoas começam a formar grupos e denominações e pensamentos e ideias e interpretações. Sendo que denominação é um espírito, então imagina aonde esse espírito está batalhando, está campeando hoje? O irmão Branham disse que essa maior batalha jamais pelejada está sendo travada onde? Na mente do ser humano.
Dentro do Arrebatamento

13 - Então veja o que ele diz - ...viemos para outro Efésios, outro Éfeso agora. Onde, que, em nossas denominações intelectuais e assim por diante, e todos os nossos programas educacionais têm vindo para o seu - seu Jordão... então você tem que trazer a sua mente, o seu intelecto, todo aprendizado que você achava que estava correto e que você trouxe e deu um jeitinho para ser encaixado dentro da mensagem e teve algum pensamento e procurou encaixar a mensagem naquele pensamento, encaixar escritura naquele pensamento, então o que é que acontece? Este intelecto tem que ser trazido para o Jordão para morrer. Ele diz ...nossos programas educacionais... tem que vir também para o Jordão para morrer. Ai ele diz ...então nós devemos ter um - um Efésios novamente. Nós devemos ter um Êxodo, para “saída” e para “entrada”, para o Rapto. [Amém.]

14 - Se você sabe que já está dentro do Arrebatamento, dentro do Rapto, nesta primeira fase do Rapto, então você... se você está consciente disto e quer ser parte disto, porque todos filhos de Deus são parte do Arrebatamento queira ou não, porque Deus está aqui para nos levar neste Rapto, para nos levar neste Arrebatamento e já está trabalhando neste processo com os Seus filhos, então tudo que é intelecto e educação e ideias humanas, tudo isto tem que ser deixado de lado. Você tem que estar entre o Jordão e o calvário, é morte, morte e morte, não tem escapatória.

A Dinâmica da Palavra

15 - Vamos outra vez ler o que ele disse na mensagem O MUNDO CAINDO EM PEDAÇOS (Par.126 Ingl.–Shp) e eu disse no outro culto, não confunda com a mensagem (A QUEDA DO MUNDO Jeff.) é outro sermão. O MUNDO CAINDO EM PEDAÇOS (Par.126 Ingl.–Shp) você percebe que esses cultos um culto sai do outro, é a continuidade do outro, e estamos levando mais as pessoas a estudarem mais a mensagem, a perceberem o que o profeta falou sobre estas coisas.
 “Onde estamos? Vemos as nações se quebrando, e a Israel despertando, os sinais que a Bíblia predisse para este dia. Vemos as coisas mecânicas se levando a cabo. Agora o Espírito, a Dinâmica dessa Palavra Prometida, entrará em Sua Igreja e os impulsionará...
Para onde? Para cima? Seria não é? Seria para cima? Mais não foi isso que ele disse. Antes de ir para cima observe –
Agora o Espírito, a Dinâmica dessa Palavra Prometida, entrará em Sua Igreja e os impulsionará ao calvário além...” para que? Para morrer. Para morte. Para ser sacrificado. Então se você é impulsionado pela Dinâmica da Palavra, o que é a Dinâmica da Palavra? Ele diz aqui “O Espírito.” Então a Dinâmica da Palavra que é o Espírito, Deus mesmo, quando Ele entra na igreja o que Ele faz? Te leva ao calvário.
Dentro do Perímetro

16 - E ele diz ...ao calvário além, e logo ao Rapto! Só depois do calvário é que você poderá subir no Rapto. E ele diz E ali é onde estamos”. Então isto é um processo, se é assentados em lugares celestiais em Cristo Jesus, o lugar que Cristo deseja que nós... que temos que estar, é neste lugar: Jordão e o calvário. É nessa trajetória: entrar no Jordão e sair fora morto sem vida no calvário, a ponto de poder dizer:
– “Pai, eu entrego tudo em Tuas Mãos.” No calvário. Vê? Percebesse uma coisa, que não se pode ter nenhuma dúvida em nossas mentes de que toda promessa dada a Noiva se encontra... vamos dizer assim “na esfera” ou “dentro do perímetro” melhor dizendo, porque eu não sei se é “Esfera” ou “Esféra”, por isso eu tenho que procurar, quando eu vou falar uma palavra assim eu tenho que pensar rápido e procurar uma palavra correspondente onde eu não erre tanto meu “prurtuguês”. Não é? Esfera, obrigado. Então dentro da Esfera da Terra Prometida; dentro dos limites da Terra Prometida. Vê? Toda promessa dada a Noiva. Então deixe-me ver agora um simples pensamento. Então deixe-me ver se fica fácil pensar nisto aqui. Deixe-me ver aqui. Então vamos fazer um pequeno rascunho aqui rapidamente para entendermos algo. (O pregador desenha em um quadro. - Ed.)
(Veja o vídeo das explicações no quadro neste link)

Ilustrando



17 - Imagine você, que você veio caminhando por essas dispensações de aprendizado, de mente, de pensamento na forma que Israel vinha. Então imagine que Israel saiu daqui do Egito certo? Egito. E eles vieram caminhando pelo deserto fazendo curva, fazendo tudo quanto é de coisa, acampa-se aqui, outro acampamento aqui e eles veem e essa trajetória é exatamente para passar quarenta anos peregrinando. Mais um acampamento, e eles vinham, e eles vem, o limite deles, o lugar onde eles tem que ficar... digamos que seria essa parte aqui, não podemos encontrar o fim dela e aqui você vai ter lugares bonitos e você vai encontrar árvores, e você vai encontrar uma terra que mana leite e mel e tudo verde, para quem vinha neste deserto escaldante horrível. Mais antes disto teve isto aqui, deixe-me modificar uma coisa aqui. Eles teriam que passar isto aqui que nós podemos chamar de Jordão, rio Jordão.

18 - Do outro lado está a Terra Prometida e logo adiante eles encontram uma batalha que é a primeira, a derrubada de Jericó. Nesta sua trajetória você sabe que eles tiveram o seu último acampamento aqui, quarenta anos peregrinando para lá e para cá, foi mais curva do que isso, muito mais. Então pense uma coisa: aqui eles passaram três dias aproximadamente no cabo de três dias foi dito... veja, durante esse período de tempo aqui onde eles caminharam do Egito, você encontra que vem aqui, não é assim o mapa de Israel é apenas para termos uma pequena ideia. Logo na saída aqui eles tiveram o Mar Vermelho para atravessar e eu estou colocando a cor verde né? Pois bem, que eu esqueci que o lápis vermelho estava na outra mão. Tá. 

Vocês lembram que logo aqui eles tiveram uma manifestação sobrenatural quando a Coluna de Fogo abriu para eles o Mar Vermelho, vou colocar aqui apenas fogo não é? Abriu para eles o Mar Vermelho. Durante toda esta trajetória esta Coluna de Fogo seguiu durante a noite em todo lugar, de dia como uma nuvem por cima deles, toda esta trajetória.

19 - O profeta Moisés, quando ele se encontrou com o Pilar de Fogo na Terra Midiã Deus disse
 – “Eu desci para visitar meu povo.”
Estão lembrados? Pregamos isto na série “Parousia”. Pois bem. Durante esse período de tempo Deus falava com Moisés e o Pilar de Fogo sempre estava acompanhando-os, mais quando chegou o momento de Moisés subir ao Monte Nebo, vamos dizer assim, mais ou menos em um lugar desse aqui. Monte Nebo, Moisés subiu e aqui Moisés morreu. Olhou para Terra Prometida viu tudo de canto a canto e morreu. 

Então Deus vem e anima Josué e disse:
– “Como Eu fui com Moisés serei contigo. Então leva o povo até o Jordão.”

Agora você não encontra evidência de que Josué esteve diante do Pilar de Fogo para que Deus falasse com ele. Mais ele ouviu a Voz de Deus da mesma forma que Moisés ouvia. Então Josué levou o pessoal até aqui e foi dito
– “Pare próximo ao Jordão e monte acampamento.”
E foi dada aqueles instruções que vocês já ouvirão. Não é?
– “Quando vocês ver os sacerdotes com a Arca da aliança se dirigindo ao Jordão, então vocês por favor caminhem também.”
E isto aconteceu.

Totalidade da Promessa para a Noiva

20 - Então você percebe que quando chegou este momento aqui, quando chegou a hora deles desfazerem acampamento e seguirem até o Jordão, essa caminhadinha aqui. Eles apenas caminharam não sei quantos metros, mais foi dito; – “Quando chegarem nas margens do Jordão, então vocês parem outra vez.” Por que outra instruções deveriam ser dadas. Eu disse que nós tocaríamos mais em partes sobre essas... apenas as partes mais sobressalientes, mais quem sabe quando concluirmos essa série nós entraremos em detalhes sobre esta série que nós temos aprendido e você aprenderão mais coisas ainda. Então vocês percebem que nesta parte aqui eles tiveram que parar outra vez porque algo deveria ser dito que não foi dito aqui no acampamento. No acampamento eles não sabiam que tinham que molhar os pés, eles não sabiam como ia acontecer, então estava ali o rio Jordão e foi dito
– “Dirijam-se para lá.”
– “Mais meu Deus o que vai acontecer? será que o Pilar de Fogo que abriu o Mar Vermelho vai abrir outra vez abrir o Jordão?”
Eles estavam confiáveis nisso, mais não esperava que o Pilar de Fogo que representa Deus, a Palavra, agora estava sendo carregado nas costas dos sacerdotes e foi exatamente quando a Palavra que estava na Arca chegou no meio do Jordão, então isto dividiu as águas para poder Israel passar em terra seca.



21 - Agora aqui está o perímetro da Terra Prometida, a esfera da Terra Prometida, o linear da Terra Prometida. Todas as Promessas de Deus para Israel estavam ali do outro lado do Jordão. Compensa morrer? Compensa cruzar o Jordão? Não é? Compensa de desprover daquilo que é seu? Compensa deixar aquilo que você mais ama, que você mais gosta? São coisas deste mundo, são coisas passageiras desta terra. E foi dito:
– “Pensai nas coisas que são de cima.” (Colossenses 3:2)
E queremos ficar agarrados com as coisas aqui da terra, não precisamos numerar você já sabe. É o teu dia a dia, é a tua vida, é o que você mais sonha, é estas coisas que você tem que deixar de lado e tirar seu coração disso, caso contrário você não ajunta, não entesoura o seu tesouro, o seu ouro no céu. Guarde lá porque aqui é passageiro. Então todas as promessas para Israel estava na Terra Prometida e eu pergunto: onde está a totalidade da promessa para a Noiva? Não se pode ter dúvidas quanto a isto em nossas mentes, toda a promessa dada a Israel se encontrava na Terra Prometida e agora nós, a igreja, a Noiva de Cristo, toda promessa dada a nós se encontra no Espírito Santo. [Amém.] A “Terra” da Palavra completa, e do Verdadeiro Batismo do Espírito Santo, é ali que está toda promessa de Deus para nós.

O Rapto só Pode Acontecer na Era da Noiva

22 - Está claro, bem claro já que o Rapto não podia haver ocorrido nas primeiras etapas da jornada, eles não podiam usufruir do cumprimento da promessa por estas etapas, isto era um deserto de experiências onde eles estavam sendo provados e muitos por não passarem no teste foram morrendo, morrendo e morrendo. Claro está que quando William Branham veio com uma mensagem de “Sai dela povo meu” e você saiu do sistema denominacional, claro está que o Rapto poderia acontecer dentro deste período da nossa jornada, do nosso aprendizado, não podia nas outras etapas da jornada, ou seja, na etapa da igreja, porque o que acontece aqui? Aqui foi uma igreja sendo tirada do Egito e aqui nós encontramos aqui a igreja caminhando pelo deserto, isto é a era da igreja, por isso Moisés representa a era da igreja. Moisés representa a era da igreja, William Branham nos ensinou isto. O Rapto não poderia acontecer dentro do período da igreja, ou da era da igreja, o Rapto só pode acontecer na era da Noiva, para aqueles que cruzam o Jordão e alcança a totalidade da Palavra, a totalidade da promessa que está dentro do perímetro da Terra Prometida que é o Espírito Santo. [Amém.] Pergunte-se:
– “Por que o Rapto não aconteceu? O que estamos esperando? O que será que Deus está fazendo?”
Ahhh, Ele sabe muito bem o que está fazendo. [Amém.] O Rapto é para a Noiva, não é para a igreja.

Um Calvário em Nossas Vidas

23 - O Rapto acontece na esfera da era da Noiva que é a Era da Palavra. [Amém.] Eu diria que é a Era do Espírito. Nossa Canaã, o Espírito Santo. É dali que sai o Rapto. Mas, sem duvida nenhuma, nos damos conta que primeiro antes de haver o Rapto tem que haver um Jordão, ou um como diz o irmão Branham: um Calvário em nossas vidas. Quando eu disse que falaríamos um pouco entre o Jordão e o calvário, eu quero vos dizer que isto significa a mesma coisa: Jordão e calvário. Lembre-se que no Jordão, o Filho de Deus quando disse para João Batista
– “Importa cumprirmos toda a justiça de Deus.”
O que você tem ali? Por que Jesus foi batizado? Ali estava o Cordeiro do sacrifício e Ele estava pronto para entregar Sua Vida e antes do Cordeiro ser sacrificado Ele era lavado. Amém? [Amém.] Ele era lavado. Então o que você faz? Você diz;
– “Eu estou pronto Senhor. Eu estou pronto. Então eu quero cruzar o Jordão.”
Chega-se o momento que você cruza o Jordão e quando o Filho de Deus entrou ali no Jordão e foi banhado, foi batizado por João Batista Ele estava se entregando para a morte, não importa se teve uma trajetória de três anos e alguns messes até o calvário, mais Ele estava ali entrando nas águas para morrer. Mais só de Ele entrar nas águas e ser batizado, então o Pai, o Espírito Santo disse
– “Eu posso habitar Nele com mui prazer.”
Porque Ele se entregou para o sacrifício. O Cordeiro inclusive já foi banhado para o sacrifício. Vê? E não é questão de dá banho e ali mesmo degolar o Cordeiro. Se dá banho na pia vê? Que diante do Trono de Deus está o Mar de Vidro e tal, e dali é levado para o lugar onde era sacrificado, e você tem ali uma trajetória de quase três anos do Cristo. Olha o que eu disse “Do Cristo” o Messias de Deus ou o Ungido de Deus.
Morrer Com Seu Cordeiro

24 - Então vamos ver o que o irmão Branham disse na mensagem CRISTO ele pregou esta mensagem no dia 21 de Fevereiro de 1955 e ele disse – “E todo crente que vem a Cristo, deve chegar a mesma crus... estão entendendo? [Amém.] ...todo crente que vem a Cristo, deve chegar a mesma cruz... que cruz é esta? Você não vai ser crucificado de cabeça pra baixo ou de cabeça pra cima ou coisa desse tipo. Mais assim como o Cordeiro foi sacrificado e entregou a si mesmo, então aqui o irmão Branham está dizendo olha - ...todo crente que vem a Cristo, deve chegar a mesma cruz de abnegação, e morrer ali com o Cordeiro, ou seja, com seu cordeiro. Porque você mesmo é o sacrifício. Ele diz - Deve morrer a seus próprios pensamentos. Vê?

25 - Estão lembrando agora do que lemos em Efésios? [Amém.] Estando vós sendo dirigidos pelas vossas mentes e os vossos pensamentos e os desejos da carne? Veja, isso é falta de Jordão e do calvário. Vê? Deve morrer a sua própria mentalidade, só tome o que o Espírito diz em seu coração, e logo viva por Cristo. [Amém.] Amém.

26 - Pois bem. Na mensagem PAULO, UM PRISIONEIRO DE CRISTO – 17.07.1963 parágrafo 176 o profeta do Senhor orando ele disse – 176 Pai Celestial, enquanto o hino continua sendo tocado, eu pensei que seria mais proveitoso neste momento que eu parasse com o hino e falasse Contigo somente um momento. Enquanto as pessoas estão pensando, “Eu rendo tudo”... (a igreja estava cantando, murmurando este hino, o irmão Branham orando.) ...Pai, que possamos fazer isto, como se esta fosse a última oportunidade para fazê-lo. Que possamos vir com sinceridade. Vir à mesa do Senhor, nesta oportunidade, com vestiduras lavadas - para render-nos e que Deus possa tomar Sua Palavra, e nos unir com Ele... Amém? [Amém.] Primeiro você tem fazer o que? Você tem que vir a Ele dizendo; – “Pai, eu rendo tudo. Aproveito isto como sendo a única ou a última oportunidade para fazê-lo e eu venho com sinceridade...”
Eu estou dos parágrafos do irmão Branham aqui vê?
“... e eu venho com sinceridade, eu venho a mesa do Senhor nesta oportunidade com vestiduras lavadas para render-nos e que Deus possa tomar Sua Palavra...”
E fazer o que com a Palavra?
“... nos unir com esta Palavra, nos unir com Ele a Palavra a Deus.”

A Forma de Morrer

27 - Como é que você une-se com Deus? Se unindo com a Palavra. Observe isto aqui olha ...e nos unir com Ele - a Palavra de Deus. E que o Espírito Santo possa nos tomar, agora... só que você estava morto em ofensas e pecados, então Ele te vivifica, então Ele começa a viver através de você, já não pode ser mais a tua vida, já não pode ser mais os teus desejos. Estas coisas são serias. Veja isto. E que o Espírito Santo possa nos tomar, agora enquanto ouvimos a batida em nossos corações, desta noite em diante. Eu tomo a Ti em Tua Palavra. É a única forma de você morrer, é tomar a Deus em Sua Palavra. Aquilo que a Palavra de Deus diz você diz
– “Amém. Eu faço isto.”
Mais se não concorda com a Palavra de Deus você diz
– “Não é pra mim porque eu sou filho, sou filha de Deus.”

28 - Se não, você estará vivendo de acordo com seus pensamentos.
Eu tomo a Ti em Tua Palavra. “Agora, não pense o seu próprio pensamento; pense Meus pensamentos. Pense no Meu desejo; eu te guiarei”. 177 Deus, permita que isto possa ser uma experiência para cada um de nós”. Que experiência é essa? Isso é uma experiência de morte. [Verdade.] de entrega total. “Estes jovens assentados aqui, esposo e esposa, e alguns vindo para ser esposo e esposa. Há homens idosos assentados aqui que são ministros. Eles estão a caminho. Senhor, aqui está o irmão Neville e eu, e estamos chegando mais acima na escada. Nossos dias já estão sendo contados agora. Nossos passos são dados mais cuidadosamente do que os dávamos. Nós observamos onde pisamos. Nós não estamos com nossos pés seguros fisicamente falando, como uma vez estávamos. Mas, Senhor, quando vemos que a vida mortal está murchando, e nem um passo está seguro se Tu não nos segurares pela mão. 178 Agora Deus, toma-nos, farás? Toma nossos corações e nossos desejos em Tuas próprias mãos, e que possamos nos tornar prisioneiros, nesta noite, na Palavra de Cristo. Que possamos viver vidas santas aqui. Que estas mulheres, estas jovens, estes jovens, rapazes e moças possam render suas vidas, Senhor. E que suas ambições possam se tornar ambições para servir a Jesus Cristo... [Amém.]

O Que Nós Temos Feito Para o Reino de Deus?

29 - Sabe aquele desejo de sermos isto e aquilo? E o quanto que sermos bons para realizar isto ou aquilo e aquilo outro? Por que nunca vem o desejo de fazer uma realização para a causa de Deus? Para o trabalho de Deus? Tudo que você realizar por mais que você aprender e estudar e se tornar uma pessoa bem esclarecida e ajudar o próximo e fazer isto, fazer grandes eventos, é só aqui pra baixo, é só aqui pra terra e para o Reino de Deus o que você tem feito?
1-     O que nós temos feito para o Reino de Deus? Não é mesmo?
2-     O que temos feito para a causa do evangelho?
3-     O que temos feito para ganhar pessoas para Cristo?
4-     O que temos feito para mostrar para as pessoas o caminho a seguir?
5-     Até que ponto temos aprendido?  - Que isto possa se tornar uma ambição. As pessoas tem uma ambição e uma pessoa sem ambição não chega a lugar nenhum, a verdade é essa. Então elas vão e estuda e vai até o final, e não é brincadeira você passar a sua vida estudando, não é fácil. Desde pequeno já, antigamente só estudava os sete não é? Os sete anos, eu fui com seis anos, disseram que eu era meio inteligente e disseram
– “Então vamos colocar o “sibito” na escola, (era assim que me chamavam) porque é que esse rapaz parecer ter uma cabeça boa.”
Ooo, esse é meu pai não é? Então só podia entrar sete anos, mais eu fui com seis, porque era mui inteligente, já estava escrevendo letras, já estava fazendo nomes, eu olhava o nome do rádio lá e decorava e começava a a escrever no chão com folha de mato. OSAKA, o primeiro nome que escrevi.
– “Então vamos colocar na escola.”
Porque a minha cabeça já estava um pouquinho avançada e foi a pior dificuldade, pois a professora disse
– “Isso não é menino de sete anos. Essa canela fina com esse barrigão, esse pescoço fino. Isso não tem nem cinco.”
– “Não professora...”
E a minha irmã enrolou para lá e para cá pra dizer que eu já podia entrar na escola. Eu entrei em um ano antes na escola. Eu me lembro do meu primeiro dia de aula quantas coisas eu inventei lá dentro né? Logo estava sendo chamado no quadro para responder as perguntas de matemática, hoje não sei mais de nada, mais foi assim.
Ambições Para Servir a Jesus Cristo

30 - Então as pessoas se tornam ambiciosas e elas estudam e vai até o final, elas querem um diploma, elas querem se formar, elas querem se tornar alguma coisa, passar no concurso... seja o que for, se você não tiver este sonho, esta ambição de ir adiante e se alguém você vai ficar parado, pedindo como um mendigo na calçada. Vê? Agora, e para as coisas de Deus qual é nossa ambição? É o suficiente? É o suficiente abrirmos as portas e nos assentar e depois sairmos daqui e esquecer de tudo, vocês acham que isso é o suficiente? Veja, eu não estou dizendo que fazemos isto, mais isto é apenas um exemplo, pense como você quiser. Como está sendo nossas ambições para causa de Deus? Veja o que ele diz aqui –
Que estas mulheres, estas jovens, estes jovens, rapazes e moças possam render suas vidas, Senhor. E que suas ambições possam se tornar ambições para servir a Jesus Cristo e que possamos nos tornar prisioneiros de Sua graça e desejos. Permita isto, Senhor. 179 Isto é tudo que sei fazer, Senhor. Estas pequenas palavras dispersas, e eu confio que Tu as colocarás juntas corretamente, porque está quente aqui. E as pessoas querem ouvir, mas está muito quente, e muitos tem que ir para casa e tem que ir para o trabalho cedo. Mas que aquelas sementes possam estar colocadas em seus corações... Amém. [Amém.] - um prisioneiro. 180 Vá para casa e diga a esposa... Antes de se arrumarem e ajoelharem nesta tarde ou nesta noite ao lado da cama... Olhe um para o outro e diga, “Querido, que tal aquilo, nesta noite?... Quer dizer, não teve uma mudança, nada mudou? Você não sentiu algo diferente? Você não sentiu desejo de ser melhor? Depois que aquela oração foi feita não sentiu desejo de ter ambição pelas coisas de Deus? De se entregar, de enfrentar o calvário?
Olhe um para o outro e diga, “Querido, que tal aquilo, nesta noite? Temos nós realmente nos tornado prisioneiros de Cristo e Seus desejos, ou nós agiremos pela nossa vontade?” 181 Que os jovens e as jovens em todos os lugares, especialmente aqueles que ouviram esta mensagem nesta noite... mesma coisa os irmãos que ouvirem futuramente essa gravação. ...possam fazer a si mesmos aquela mesma pergunta. “Estou eu desejando me tornar um prisioneiro - por amor de minha própria vida”. “Porque, qualquer que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas qualquer que, por amor de Mim, perder a sua vida, a salvará”. 182 Pai, nós sabemos que temos que nos tornar prisioneiros Teus. Perder nossas próprias ambições e nossos próprios desejos para encontrar os Teus... ver do que se trata cruzar o Jordão? vê como é que se morrer, como é que se mata a si mesmo? Como é que se cruza o Jordão?
...- então, nós teremos Vida Eterna. Permita isto, Senhor. 183 A única coisa que sei é entregar isto agora, em Tuas mãos, e que isto possa se tornar frutífero e brotar grandes instrumentos para o último dia da colheita. Homens e mulheres, rapazes e moças, rendidos à completa vontade de Deus e se tornando prisioneiros de Jesus Cristo; em Seu amor... algemados com algemas do amor divino através de Cristo. Nós pedimos isto em Seu Nome. Amém. [Amém.] Que coisa tremenda não é? Que coisa boa vermos isto, mostrando por este ângulo o que ele realmente estava orando a Deus e pedindo pelas pessoas, que elas se desprendessem de tudo e que toda missão que tivessem fosse para servir a Deus e o Seu Reino. Amém? [Amém.]

31 - Para concluirmos, me permitam deixar já adiantado um pouquinho do próximo culto sobre esta série. No livro de Lucas no capítulo 12 versículo 50 Jesus disse - Importa, porém, que seja batizado com um certo batismo; e como me angustio até que venha a cumprir-se! [Amém.] Pense você do que Deus exige de nós, pense você em tudo o que nós aprendemos desde o primeiro dia quando começamos a pregar sobre o Jordão, sobre esta travessia, sobre esta caminhada pelo deserto. E o que aprendemos durante esse período de tempo e agora percebemos tudo isto porque Deus exige de nós rendição total a Sua Vontade. Desprendimento total para que Ele possa nos usar e trabalhar através de nós. E aqui você tem o seu Irmão Maior dizendo que Ele sabia, que Ele estava consciente que ia receber um batismo, e eu estou adiantando esta parte para poder pelo menos chegar em uma pequena conclusão aqui, porque eu vos disse que falaríamos entre o Jordão e o calvário.

Uma Pessoa Angustiada

32 - O que aconteceu no Jordão? aconteceu ali um batismo não foi? Não é o batismo de Jesus? [Amém.] Mais agora depois do seu batismo, depois Dele já está falando sobre a Sua morte, Ele disse Importa, porém, que seja batizado com um certo batismo; Ele não estava falando do Jordão, Ele estava falando do calvário e disse que aquilo o deixava angustiado. E uma pessoa angustiada é uma pessoa que não tem ânimo, uma pessoas angustiada ela está muito mais pra baixo do que pra cima, ela caiu de nível não é? Nem se quer está nivelado está pra baixo mesmo. Uma pessoa angustiada ela está... em que ela pensa? Só naquilo que a aflige, que a angustia, que a tira do seu estado normal, enquanto as pessoas estão rindo ao seu redor e tudo mais dizendo que está tudo bem, esta pessoa não pode estar nessa realidade porque ela está vivendo as agrurias da morte, o sofrimento por antecipação. (agrurias, desgosto profundo, aflição) E era assim que Jesus estava se sentindo. E Pedro, por não ser com ele o problema ele disse
– “Não Senhor, essas coisas não vai acontecer contigo de forma nenhuma.” (Mateus 16:23)
Jesus disse:
– “Mais o diabo é danado mesmo. Pra trás de mim satanás. Não é possível.” 
Não é? Importa, porém, que seja batizado com um certo batismo; e como me angustio até que venha a cumprir-se!
Medo de Perder

33 - O irmão Branham nos ensina: as vezes nós não queremos o Espirito Santo, não fazemos a nossa parte para recebermos o Espírito Santo porque estamos com medo de morrer, porque você gosta dos seus desejos, gosta das suas vontades, gosta das coisas que te atraem, gosta do colorido ai de fora, gosta do ritmo ai do mundo e você sabe que para poder ter a totalidade da Palavra em você, para ter o Espírito Santo tendo a preeminência e o domínio sobre a tua vida essas coisas terão que morrer para você, e você é como que não quisesse se esquecer destas coisas que são boas e agradáveis. E Paulo chegou a dizer:
– “São boas, mais não convém, não edifica, não me edifica a nada. Então se não me edifica isso quer dizer que vou ficar sempre rasteiro, porque nada está sendo acrescentado, quando eu preciso é a cada dia é estar subindo na estatura de varão perfeito. Eu poderia estar fazendo isto e aquilo, por que não faço? Por que eu escolho não fazer? Porque essas coisas não edifica. Estas coisas não me convém.” (l Coríntios 10:23)  Vê?

34 - Então resultado: quando você pensa nisto, você diz;
– “Eu gosto tanto disso. Agora disseram que não é bom, bem.... Eu vou mais um pouquinho, vou deixar mais um pouquinho.”
Você está com medo de morrer, está com medo de perder seus desejos, está com medo de perder seus sentidos, é como se alguém dissesse assim;
 – “Olha, os melhores momentos de tua vida vou tirar de tua mente, vou apagar agora, você quer? Você vai esquecer de filho, você vai esquecer de marido, vai esquecer de pai, vai esquecer que teve pai, vai esquecer que teve mãe, vou tirar tudo isto da sua mente.”
 Você gostaria? Você lutaria, espernearia até o fim para que não te tirasse as lembranças que mostram de onde você veio ou quem é você. Agora se alguém te dissesse assim:
– “Toda coisa que é ruim, todo pensamento ruim, sonhos ruins, pensamentos ruins que você tem, coisa de assombração, histórias complicadas, nojentas que te contaram, que te fazia vomitar quando ouvia, tudo isto eu vou tirar da tua mente.”
Você enfrentaria para pagar caro por aquilo. Agora porque será que os desejos pecaminosos, porque atrai, porque é bom para carne, mais Deus diz:
– “Essas coisas para Mim é abomináveis. É abominação. É maldição. É anátema.”
Então para nós isto tem que ser também abominação, nojento, anátema, maldição, tudo isto, porque é para Deus. E Deus para poder vir morar em nós, para poder o Espírito Santo habitar em nós, nós temos que refletir a mesma natureza, refletir o mesmo caráter, a mesma essência, o mesmo gosto, o mesmo cheiro de Cristo e como podemos ter Ele em nossas vidas se estamos divididos e a Bíblia diz;
– “Cristo não está dividido.”
Ele não quer repartir isto, de forma nenhuma. Ele quer assumir o controle das nossas vidas por completo, mais para isto você precisa dizer:
– “Senhor, cumpra-se a Tua Vontade e não a minha. Eu me desprendo disto, eu me desprendo do que sou.”  E Jesus disse – “Eu me angustio, até que chegue a cumprir-se.” (Lucas 12:50)

35 - E nós também temos que entrar nesse desespero. Porque você sabe que é essencial, que é necessário, mais a carne continua lutando a ficar desse outro lado do Jordão, sendo que é só do outro lado que você alcança a totalidade da promessa.

Quero Cruzar o Jordão
Vamos nos colocar de pé meus irmãos? Mensagem COMO FUI COM MOISÉS, ASSIM SEREI CONTIGO – 11 de Setembro de 1960 - Mas a hora tem chegado quando estou cansado de ficar nesse monte. Vamos pensar assim: já cansei de ficar deste lado do deserto, já cansei de acampamento, já cansei de andar fazendo voltas e curvas e curvas por ai afora. Cansei disto. Quero subir ao Jordão Amém.  Quero subir ao Jordão. Quero entrar nas abundantes promessas. Isto significa: Plenitude das Promessas. Onde está isto? No perímetro, na esfera da Terra Prometida. Amém? [Amém.] Quero obter fé dentro de mim mesmo... ora, “obter fé dentro de mim mesmo” não é algo que você busque em outro lugar, é algo que ninguém vê entrando em você, “Não foi a carne, o sangue que te revelou, mais Meu Pai que está no céu, e por isto tu sois bem aventurado e a igreja, a Minha Noiva estará edificada sobre isto. Sobre esta pilar, sobre esta rocha, sobre a revelação.” Vê? ...fé dentro de mim mesmo não buscando um sinal...
– “Não, mais espere ai uma coisa. Não tínhamos que ver a Coluna de Fogo? Não tínhamos que ver uma luzinha assim, um tabernáculo? Não tínhamos que ver pessoas caindo porque a presença de Deus está aqui então começam a gritar e a chorar e a se emocionar. Não tínhamos que ver estas coisas?”

36 - Meus amigos se esqueceram da Arca? O Testemunho Sagrado está bem guardado, está longe da vista dos olhos, você tem que saber que aquilo está lá, você tem que saber que a Presença de Deus está entre a sua igreja. [Amém.] Você não pode estar em busca de um sinal para poder você saber que é verdade ou não.
...não buscando um sinal, não olhando para algo que Deus tem revelado, ou algum tipo de poste indicador. Quero olhar para o Calvário, e dizer, “Pela fé eu venho, Senhor Deus. Estou vindo em nome do Senhor Jesus”. [Amém.] Amém.

37 - Vamos orar. Grandioso Deus e nosso Pai Celestial diante da Tua Presença estamos e cremos que a Tua Palavra tem sido partida para que Teus filhos possam se alimentar daquilo que é a verdade e daquilo que é o Pão do Céu, daquilo que é um Manar escondido, o Manar que está dentro da Panela Dourada, que não desvanece, que não apodrece com o tempo, mais cada vez que vamos nesse lugar, que vamos na Tua Palavra nós podemos pegar a porção para o nosso tempo e assim sabermos por conhecermos o dia e a hora que estamos vivendo sabemos o que é o alimento espiritual para o tempo que nós estamos vivendo. Senhor Jesus ajuda cada um de nós a vivermos este presente momento Senhor quando temos que dá este passo e deixar o homem de lado, deixar o pensamento de lado para que o Espirito Santo tenha a preeminência em nossas vidas. Entregamos nossas vidas sobre os Teus Cuidados no Nome de Jesus Cristo amém. [Amém.] Que o Senhor vos abençoe e Deus vos guarde no Nome de Jesus Cristo.

Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome;
0 Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu;
O pão nosso de cada dia nos dá hoje;
E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores;
E não nos induzas à tentação; mas livra-nos do mal; porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém.

Baixe este livro em PDF

**********
O sermão Entre o Jordão e o Calvário foi entregue dia 12 de Fevereiro de 2008 por Ir. Rosendo no Tabernáculo Doutrina da Mensagem em Francisco Morato SP
Duração de 56 minutos e 30 segundos
Digitado por Elisângela Rosendo em Julho de 2016, revisão em Junho de 2016 por Ir. Rosendo


Nenhum comentário:

Postar um comentário