sábado, 8 de outubro de 2016

Isaias 53 - Hino no Tabernáculo do Rio de Janeiro - Campo Grande - Recor...



Isaías 53

Foi oprimido mais não abriu a sua boca

Como um cordeiro foi levado ao matadouro

Foi desprezado e o mais indigno entre os homens

Ovelha muda perante os opressores



Mais Ele foi ferido pelas nossas transgressões

E moído pelas nossas iniquidades

O castigo que nos deu a paz ficou com ele

Levou sobre si nossas enfermidades



Não tinha beleza nem formosura

Quem deu credito a nossa pregação?

Sobre Ele caiu nossos pecados

Do juízo, da morte e da opressão



Foi subindo como um renovo em uma terra seca

Nada tinha para que fosse desejado

Foi cortado da terra dos viventes

Em Sua morte perdoou os meus pecados



Todos nós andávamos desgarrados

Como ovelhas sem um guia, sem um pastor

Mas no dia que ouvimos Sua palavra

Nos abrigamos no aprisco do Senhor

Nenhum comentário:

Postar um comentário