sexta-feira, 3 de abril de 2015

deidade11

A Doutrina do Profeta

 “A Doutrina do Profeta”
Mensagem pregada no dia 24/07/04
D. Rosendo
No Tabernáculo Branham - Franca. SP
Somente crer, somente crer
Tudo é possível, somente crer

01-       Senhor Poderoso, estamos na Tua Presença mais uma vez, te agradecendo por Tua bondade e misericórdia, reconhecendo a nossa fragilidade, o quanto que somos débeis, mas, oh Deus, na firme convicção de que o Senhor é o Forte, é o Poderoso na batalha, e que nesta peleja nós não teremos que pelejar, é olhar, permanecer de pé e ver a salvação do Senhor, a recompensa que vem do Senhor.

02-       Nós cremos nisto, nós cremos na Tua Palavra, nós cremos naquilo que está escrito; e é por isto que deixamos os nossos afazeres, as nossas preocupações e entramos neste lugar sagrado onde temos este encontro com o Senhor, onde o Senhor pode falar e nós podemos ouvir. Quando o Senhor disse para o Teu profeta: “Filho do homem, põe-te de pé e falarei contigo”; nós neste instante estamos nessa posição, Pai, diante do grande Mestre, do grande Ensinador, o Espírito Santo, o único que pode nos dirigir de volta para casa, assim como a Pomba guiou o Cordeiro até o matadouro, até a cruz, mas que também o ressuscitou no terceiro dia, também pode neste instante nos mostrar mais pouquinho destes pastos verdejantes que somente as Tuas ovelhas, ao ouvir a Tua voz, podem se sentir saciadas com a Tua Palavra. No nome de Jesus Cristo nós te pedimos mais uma vez a Tua benção e a Tua proteção. Amém Senhor. Amém.

(Nota. Entre o parágrafo 3 e 4 estavam avisos e saudações, deixaremos a parte doutrinária. Edição.)

05-       Mas, meus amados, vamos nos colocar de pé, já que o nosso tempo é escasso (pra isso temos que aproveitá-lo com tudo), e eu sou ruim demais pra fazer apresentação, pra dá uma saudação não consigo... Não consigo chegar e conversar com o povo, já entro já lendo as escrituras... È o meu jeito, não é?

06-       Então vamos ler as Escrituras Sagradas no livro... Na segunda Epístola do Apóstolo São João, é apenas um capítulo que tem. Segunda epístola do apóstolo São João versículo 1 ao 3:
“O ancião à senhora eleita, e a seus filhos, aos quais amo na verdade, e não somente eu, mas também todos os que têm conhecido a verdade. Por amor da verdade que está em nós, e para sempre estará conosco: Graça, misericórdia, paz, da parte de Deus Pai, e da do Senhor Jesus Cristo, o Filho do Pai, seja convosco na verdade e caridade.”

07-       Senhor, temos lido esta porção de Tua Palavra e somente o Espírito Santo pode nos mostrar o que está escrito aqui. Foi para isto que temos recebido visitações angelicais, foi para isto que o Senhor enviou o Teu mensageiro; para nos mostrar estas coisas, para que possamos ver o livro aberto, a Bíblia aberta diante dos nossos olhos. E que neste instante, que os nossos lábios sejam circuncidados, os nossos ouvidos também para entendermos o que o Senhor tem a nos dizer. Nos colocamos à disposição do Senhor, pedindo que o Senhor mais uma vez tenha cuidado de nós. Para honra e glória do Teu Santo Nome, Senhor Jesus, nós Te pedimos. Amém. Assentai-vos.

08-       “A crença do profeta” será um título que usaremos neste instante e juntos vamos estudar um pouquinho alguns parágrafos da mensagem, alguns versículos das escrituras. A crença do profeta quanto à Deidade de Deus; este assunto, para nós não é novo; não é novidade porque já temos lido, já temos aprendido, vários pregadores têm falado sobre este assunto. Do mesmo jeito que todos nós já tínhamos há muito tempo lido sobre os Selos, lido sobre os cavaleiros, lido sobre o trono, sobre misericórdia, sobre sangue, sobre intercessão; há muito tempo temos lido e estudado isto, estas coisas.

09-       Mas chega-se o tempo próprio de Deus, daquelas coisas serem abertas para nós, como chegou o tempo para você de entender que Mateus 28:19 era uma ordem e Atos 2:38 era o cumprimento. E muitos até agora não têm conseguido ver isto! A mesma coisa é quanto às revelações que Deus prometeu para o tempo final.

10-       Às vezes pensamos que já sabemos de tudo, que já entendemos de tudo e daí a pouco aquilo se abre, não é, como um pára-quedas; vai caindo...Ta já caindo, poucos metros do solo abre-se àquela coisa colorida, as pessoas aplaudem, as pessoas se regozijam: “ele conseguiu, ele conseguiu abrir o pára-quedas!”. E é isto que muitas pessoas precisam fazer, é antes de tocar neste solo sagrado abrir o pára-quedas se não se esborracha mesmo!

11-       E os assuntos que os irmãos têm aprendido, têm escutado durante..., Já há alguns anos... Isto para muitas pessoas tem sido como um tremendo choque elétrico, porque é exatamente isto que as pessoas que se dizem crentes, que se dizem cristãs; e aqueles que se dizem crer na mensagem profética para o tempo do fim, têm se chegado a um estágio de comodidade, de aquietação, de frigidez espiritual, que quando você olha para dentro destas pessoas é como se elas estivessem mortas. E quando você está no hospital, e na UTI, já não tem mais jeito e os aparelhos estão ali medindo a tua pressão os batimentos cardíacos... Os médicos se preocupam, porque daí a pouco aquele sinal vai apagando, e chega-se um momento que ele diz assim: “Estamos perdendo-o”; “Estamos perdendo-a”. E o último recurso que eles têm naquele instante é o choque.

12-       Eles pegam aquele aparelho, não é, liga (não sei quantos volts é aquilo), e toca no peito do doente ali, aquela pessoa que já está para deixar o corpo. E eles dão choque e aquele corpo pula naquela cama que é incrível aquilo; tentando ressuscitá-lo.

13-       As coisas que estão sendo ensinadas dentro desta mensagem, depois de tanto tempo, têm sido isto, é o último recurso que Deus está usando para que as pessoas se despertem para os acontecimentos. Os aparelhos já não estão acusando mais vida, o sinal tem se ido, e Deus está usando pessoas, que na mesma condição (pode-se dizer, porque somos humanos, não somos melhores do que as outras pessoas), mas que pela graça de Deus pode-se usar o jaleco branco desta mensagem, e dá ainda estas aplicações finais, para ver se as pessoas se despertam.

14-       Mas chega-se o momento que dá o primeiro, o segundo, o terceiro, e ainda se insiste porque não quer perder o paciente; e alguém do lado diz: “Ele já se foi, não adianta mais...”; “Vou tentar só mais uma vez”. E às vezes é naquela última tentativa que: “Pi”, “Pi”, e aí sim!

15-       É nessa situação que está o vosso pastor, aplicando choque por “aí a fora”. É assim que nós estamos, e cada um de nós, individualmente, estamos fazendo isto com alguém, aplicando os últimos choques com estas pessoas, neste país, nesta sociedade religiosa, evangélica e da mensagem para ver se ainda existe vida que possa ser despertada para o dia e hora que se está vivendo.

16-       Então eu posso citar algo aqui que vocês podem dizer “Puxa! E agora?” Eu não posso me preocupar com isto! Vocês têm sido um povo, umas pessoas bem-aventuradas porque vocês têm escutado coisas um tanto quanto complicadas, mas tiveram paciência suficiente com o ministério local, com o vosso pastor, e esperaram que as coisas fossem se desenvolvendo para chegar no estágio em que está! É como os discípulos: não entenderam tudo que Jesus falou, mas eles permaneceram quietos e esperaram que os outros saíssem, que outros blasfemassem, e eles disseram: “Senhor, me explica agora aquela parábola”, então Ele ia e explicava e disse: “À voz é dado conhecer os mistérios, a eles não!” Não é para eles!

17-       Um grande sábio do nosso tempo (porque creio, ainda está vivo), está atualmente com seus 64 anos; o maior cientista vivo do século, depois de Albert Einstein, ele é o principal; o nome é bem complicado: Stepphen Hawking, (alguma coisa assim), é um paralítico, vive numa cadeira de rodas. Fizeram uma entrevista com este homem... É o maior sábio é.... Cientista vivo que existe; ele é preso numa cadeira de rodas, ele tem uma doença degenerativa incurável. E perguntaram para ele – Enquanto os cientistas fazem com que as pessoas desacreditem de Deus, ele tenta provar e encontrar Deus através do estudo dos astros, da criação que Deus criou – porquê se existe uma criação, porquê teve um criador; se existe um Big Bang, uma grande explosão – ele disse – alguém teve que provocá-la. Alguém teve que provocar aquilo. Aí você entende isto lendo a mensagem “Perguntas e Respostas Sobre Gênesis”, que foi exatamente o que aconteceu.

18-       Então perguntaram para ele: “Qual é o sentido da vida?”; ele não fala, ele usa sintetizador de voz para poder se comunicar com as pessoas... “Qual é o sentido da vida?”, ele disse: “É poder penetrar na mente de Deus!” Esta foi à resposta que ele deu para as pessoas. [Nota. Stepphen Hawking em 2015 está com cerca de 74 anos]

19-       O irmão Branham na mensagem “Cristo é o Mistério de Deus Revelado” parágrafo 103, ele diz assim: Então em sua grande mente Ele desejava que estes atributos fossem expressos; e Nele estava o amor (em Deus), Nele havia de estar o Pai, Nele havia de estar o Filho, Nele havia de estar um Salvador. Teve que haver uma grande fonte de onde tudo se originasse; e nós falhamos quando interpretamos a bíblia...”, ou deslocamos versículos da Bíblia, nós falhamos quando pensamos que entendemos a doutrina pregada por William Branham, quando dizemos “Ele está dizendo assim”.

20-       Olha, nós não poderemos dizer “Eu creio” a menos que aquilo tenha sido revelado! Foi revelado para o profeta, precisa ser revelado pra mim! O profeta viu, eu também preciso ver! Ele veio para mostrar aquilo que ele viu, e se alguém não ver não tem como dizer “Eu creio na doutrina que ele pregou!”. Então quando pensamos no grande princípio, quando pensamos em Deus sempre queremos limitá-lo ao nosso próprio pensamento.

21-       O irmão Branham, ele fala coisas um tanto quanto difíceis para os denominacionais entenderem quando ele disse que Ele lá no eterno, na eternidade, ou antes, do princípio, nem se quer Ele era Deus. Não poderia ser chamado de Espírito Santo porque não havia ainda a maldade, o mal para mostrar a santidade, mas Ele já tinha conhecimento do bem e do mal; Nele estava o pai, Nele estava o filho, Nele estava à mãe, o ser mãe; tudo estava em Deus, eram atributos que estavam em Sua Grande Mente e que no tempo próprio aquilo seria expressado.

22-       Um dos mistérios que o sétimo anjo veio nos revelar era exatamente o mistério da Deidade; e o mistério da Deidade, ele disse que aquilo foi revelado no batismo correto. E aí vem uma pergunta: se o mistério da Deidade (que viria para ser revelado), foi revelado no batismo correto, por que precisava do sétimo anjo para revelar isto sendo que os unicistas já batizavam assim? E por que precisava do sétimo anjo?

23-       Precisou que William Branham juntasse os dois grupos, os Unicistas e os Trinitários, para pregar para eles a Deidade, ou a “Divindade Explicada”, e mostrar que ambos os grupos estavam errados! E nós que cremos nesta mensagem às vezes não nos preocupamos de entender como o profeta via a Deidade de Jesus Cristo, sendo que ele disse que era um dos mistérios principais que o sétimo anjo viria revelar para nós; sem os selos isto não poderia ser aberto também... Não poderia, de maneira nenhuma; porque quando veio a revelação dos sete selos e houve aquela manifestação no monte Pôr-do-Sol, o profeta de Deus explicando para a igreja de Jeffersonville a respeito daquela nuvem, ele disse: “Éi-lo ali na Sua Deidade suprema! Éi-lo ali em Sua Deidade suprema com Sua cabeleira branca, como juiz!”. Então eu peço que vocês tenham um pouquinho de paciência comigo enquanto poderemos ler aqui alguns parágrafos para entendermos um pouquinho como o profeta cria na Deidade, ou na Divindade.

24-       Eu quero primeiro mostrar aqui alguns pontos para os irmãos, para aqueles que ouvirem futuramente; e possa ser que não entendamos assim, em primeira mão; mas isto, assim como o profeta pregou para uma igreja futura, para você, ou para alguém que vai ser identificado ainda com isto. Do mesmo jeito eu não posso querer entender as coisas agora, ou amanhã ou depois. Por isto que muitos irmãos falham, porque quando não entendem o assunto já dizem que aquilo é uma doutrina errada, que aquilo é uma nova revelação que alguém está querendo trazer... Nós não estamos esperando mais nenhuma nova revelação; não virá do céu mais nenhuma nova revelação, tudo já está revelado e está nas mensagens! O que precisamos é entender que estes “livrinhos” foram feitos para serem comidos, devorados, cridos [a congregação diz Amém]!

25-       Eu quero que vocês tenham presentes (durante estes minutos que teremos), oito pontos principais a respeito da crença do profeta sobre a Deidade, sobre a Divindade. Tenha isso em seu pensamento para que você entenda os parágrafos que vamos ler:

1) O ponto número um: O irmão Branham nunca clamou ser um unitário. Ele nunca expressou isto dizendo que era um unitário. Ele foi sincero quando disse: Eu não sou unicista! Então se muitos irmãos pensam que ele era vamos ver isto como é que fica!

2) Ponto número dois: O irmão Branham disse que Deus não é UM como o seu dedo. Deus não é UM como meu dedo!”, disse William Branham.
3) Ponto número três: O irmão Branham disse que Jesus não poderia ser seu próprio Pai.

4)  Número quatro: Ele nos ensina que a diferença (veja), a diferença entre o Pai e o Filho é que os filhos têm princípios. O Pai não... O Filho teve um princípio. Perguntaram: “irmão Branham qual é a diferença entre Deus e Jesus?”. Disse: A diferença é que o Filho foi gerado”. O Filho teve um princípio, o Pai não (então por aí vocês vão vendo como temos visto isto até agora, e vamos ver se encaixa, se estamos alinhados com a crença do profeta).

5) Ponto número cinco: O irmão Branham fala de Deus como não sendo igual a Jesus, até aquele momento do batismo no rio Jordão. “Então Deus veio naquele corpo, habitou em plenitude e deixou-o no jardim do Getsêmani”, porque Deus não morre, Deus não pode morrer.

6) - Ponto número seis: O irmão Branham nos disse que o corpo não era a Deidade... O corpo não era a Deidade, mas a Deidade estava naquele corpo.

7) - Número sete: O irmão Branham nos disse que quando Deus veio em Jesus ali havia dois seres (juntos ali), um que era Deus, Pai, e um que era o Filho de Deus. Por isso você não encontra na Bíblia a expressão “Deus filho”, não tem; “Deus Filho” ou “Filho eterno”, não existe, é uma das coisas que o sétimo anjo veio para revelar.

8) -Ponto número oito: O irmão Branham nos diz que Jesus era um ser dual, porquê Deus habitava Nele.

26-       Quando ele juntou os unicistas e os trinitários e pregou a mensagem “A Divindade Explicada”, ele disse em que cria (deixe-me pegar aqui para vocês, eu devo tê-la trazido aqui); “A Divindade Explicada” parágrafo 303:
            “Eu creio nisto. Eu creio que Deus nosso Pai fez sombra sobre uma virgem chamada Maria, e criou nela uma célula de sangue a qual trouxe Jesus Cristo, o qual era o Filho de Deus, o tabernáculo do qual Deus se velou em carne e Se manifestou entre nós. ‘Deus estava em Cristo reconciliando o mundo consigo mesmo.’ Eu creio que esta célula de sangue foi rompida no Calvário, para remissão de nossos pecados. E o Espírito saiu Dele e voltou sobre a Igreja, porque o Cristo... O Cristo”; Porque nós confundimos muito: Jesus Cristo. O que é o Cristo? O que fez Jesus ser o Cristo? Deus Nele.

27 - É Atos 2:36: Esteja absolutamente certa, toda casa de Israel, que este Jesus a quem vós crucificaste, Deus o fez Senhor e Cristo”. Por isto que o profeta diz que o mistério da Deidade foi revelada no batismo, quando no batismo é usado o nome “Senhor Jesus Cristo”. Atos 2:36, Deus fez de Jesus Senhor e Cristo. Cristo é a unção, é o Espírito que O ungiu, é o que faz Ele ser o Cristo, o ungido. O que faz você também ser ungido de Deus é o Espírito Santo! E não existe o Espírito Santo e Deus (separado), o Espírito Santo já é Deus.

28-       Veja: “O Cristo, o Espírito Santo; O Cristo, o Logos... (Veja)... estava em nós agora, o Espírito Santo, pelo batismo... (Ele faz esta separação aqui: o Cristo o Espírito Santo, o Cristo o Logos) ...Cristo separou a Si mesmo, dando Sua Vida para cada um de nós, para que nós, como um grupo de pessoas, pudéssemos ser a Igreja de Deus, para que... (é isto)... para que nós, como um grupo de pessoas, pudéssemos ser a igreja de Deus!”. “A Divindade Explicada” parágrafo 303.

29-       Bem, este versículo que nós acabamos de ler, muitos irmãos (os unicistas), eles fazem de tudo para não ler estes versículos, aqui da carta de João: Graça, misericórdia, paz, da parte de Deus Pai, e do Senhor Jesus Cristo, o Filho do Pai, sejam convosco na verdade e caridade”; isto era como os apóstolos criam, eles criam que Deus, o Pai, o Espírito Santo, gerou aquele corpo de carne chamado Jesus, o Filho do Pai. E na época dos apóstolos, ou quando morreram os últimos (João foi o último); João terminou seu ministério combatendo o gnosticismo, pontos doutrinários que surgiram naquele tempo negando a Divindade de Jesus, ou dizendo que antes de Deus criar as coisas, que Ele criou (não daquilo que nada existia), Ele apenas manipulou uma criação que já existia...

30-       Tinha muitos pontos doutrinários, e aquele apóstolo, o apóstolo do amor (o apóstolo João), ele escreve as suas últimas cartas combatendo estas heresias. E depois de João se levantou Policarpo, que também combateu; e depois de Policarpo, Irineu (o segundo mensageiro da era da igreja), ele escreveu cinco trabalhos combatendo estas heresias. O trabalho de Irineu é conhecido: O Irineu Contra as Heresias; e as heresias que ele combate é exatamente aquelas que tratavam sobre o assunto de Deus e Jesus.

31-       De acordo com o que pregavam os apóstolos (como eles criam), e de acordo com aquilo que pregou Irineu, William Branham pregou exatamente igual, só que... O que aconteceu? O que houve no percurso do tempo, nestes anos que temos recebido este conhecimento aqui? Nós temos pegado uma mensagem de terceira mão! Não temos ido à fonte, não temos tido a preocupação de nos aprofundarmos em oração, em espírito, e procurar ver nas páginas das escrituras o que o profeta pregou sobre aqueles assuntos; e aí pegamos apenas uma pequena parte e condenamos todo o sistema denominacional porque são trinitários, como se estivéssemos num lugar melhor do que eles, sendo unicistas!

32-       Porque o profeta nunca foi unicista nem trinitario, ele bateu isto muito forte; e muitos hoje acham que estão pregando a mensagem de William Branham sendo que estão pregando uma doutrina unicista, que o profeta combateu! Ele disse: “Ambos os lados estão errados”, ele disse: “Eu vou pelo centro do caminho!”. Isto pode causar um choque tremendo por aí a fora entre muitos pregadores, entre muitas igrejas; mas nós precisamos colocar isto para frente, precisamos ver isto enquanto é tempo... Enquanto é tempo.

33-       Bem, continuando aqui a ler a carta de João (para que vocês possam entender isto mais um pouquinho aqui), é... Vamos ver aqui o versículo 6:
E o amor é este (ou a caridade é esta): que andemos segundo os seus mandamentos. Este é o mandamento, como já desde o princípio ouvistes, que andeis nele.Porque já muitos enganadores entraram no mundo, os quais não confessam que Jesus Cristo veio em carne. Este tal é o enganador e o anti-Cristo. Olhai por vós mesmos, para que não percamos o que temos ganho, antes recebamos o inteiro galardão. Todo aquele que prevarica, e não persevera na doutrina de Cristo...

34-       Por que não persevera na doutrina? Porque a coisa está baseada nisto, na forma de crer. Doutrina é a forma que você crer, a crença. E se o Evangelho de Jesus Cristo tem um fundamento, nós entendemos que é o fundamento dos apóstolos e dos profetas, e o sétimo anjo veio exatamente para nos restaurar... Qual é o verdadeiro fundamento, e quando ele pregou a revelação de Jesus Cristo ele nos leva de volta para o ponto principal, quando Pedro recebeu aquela revelação.

35-       “Quem dizem os homens ser o Filho do homem?” Cada um disse uma coisa, “e vós dizeis o quê?” Pedro disse: “Tu és o Cristo, o filho do Deus vivo”. Para um judeu dizer isto ele estava, como o quê, quebrando todo o Antigo Testamento, porque imagine Deus ter um Filho, não pode! Só que na outra mensagem que nós lemos o profeta disse: “Nele estava o Pai, Nele estava o Filho, Nele estava o Salvador” tudo estava em Deus, na grande Fonte... Na grande Fonte de amor. Na mensagem “Hebreus Capítulo Um” ele mostra como um grande diamante que reflete todas as cores, tudo provém Dele, todos os dons do Espírito provém desta Grande Fonte.
 
36-       E os judeus, eles quando têm uma representação desta Grande Essência, deste Ser tão poderoso e tremendo, eles O representam com o MEMRA, um candelabro de nove braços (que nós não conhecíamos). Conhecemos só o de sete que representa as Eras da Igreja, os mensageiros e todas aquelas coisas; mas agora chegou o tempo de vermos algo mais dentro daquilo que o profeta já revelou. Veja.

37-       Então vamos mais um pouquinho aqui. Pedro disse: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo”. Se fosse perguntado a mim, ou a qualquer um de nós, poderíamos dizer: “Olha Senhor, é o seguinte... Eu creio que o Senhor é Deus feito carne, Deus, criador, se encarnou e ta aqui na minha frente”; era assim que qualquer um de nós diríamos. A revelação que veio a Pedro foi esta: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo”, Jesus disse: “Bem-aventurado és tu, Simão filho de Jonas, porque não tu revelou a carne nem o sangue, mas o Pai que está no céu”; e foi ali que foi edificada, nesta revelação a igreja seria edificada.

38-       Agora Jesus disse: “O Pai que está no céu”, ao mesmo tempo Ele disse “O Filho do homem está no céu”; Ele orou “Venha a nós o Teu reino”, ensinou a orar assim, mas disse “O reino de Deus está entre vocês”. Vêem? Não é conhecimento, não é intelectualidade, tem que ter revelação disso; por isso que todo Novo Testamento você encontra Paulo falando a respeito disso “Graças ao Deus pai de nosso Senhor Jesus Cristo”, e William Branham não veio, de maneira nenhuma, contrário a isto; ele veio restaurando, levado os eleitos de volta a crença apostólica. Mas muitos não têm conseguido ver isto ainda.
39-       Então ele aqui continua... João continua... Já que é sobre fundamento, sobre crença, sobre doutrina, pontos doutrinários.
          Todo aquele que prevarica, e não persevera na doutrina de Cristo, não tem a Deus: quem persevera na doutrina de Cristo, esse tem tento o Pai como o Filho.

40-       Isso antigamente... Eu sei que esses versículos, muitas pessoas que têm a idéia Unicista apenas não lê isto, porquê parece que choca; é como aquilo... Tá faltando uma coisa, e realmente estava faltando, faltando a revelação que o profeta pregou sobre isso. Depois quando você vê aquilo na Bíblia e na mensagem você diz “Meu Deus! Agora eu sei porque eu oro ao Pai em nome de Jesus. Agora eu entendo porquê isto!”, porque isso agora foi revelado.

41-       Na mensagem “Senhores, é Este o Tempo”, ou “Senhores, é Este o Sinal do Fim”, o irmão Branham nos ensina isto... Parágrafo é... 31: “Estes são alguns dos mistérios os quais este anjo deve concluir. Todos os mistérios de Deus, e os demais. Permitam-me dizer isto com toda reverência, não referindo-me a minha pessoa... (veja)... mas referindo-me ao anjo de Deus. A semente da serpente a qual tem sido um mistério escondido através de todos os anos... (era um mistério que o sétimo anjo viria para revelar)... A explicação da graça, não uma desgraça, porém uma graça verdadeira. Não existe o que chamam um inferno ardendo eternamente onde se queimarão por milhões de anos; porém o que é eterno não teve princípio nem fim, e o inferno foi criado. Todos estes mistérios... (e ele continua enumerando)... O mistério do batismo do Espírito Santo sem sensação, mas a pessoa de Cristo trabalhando em você. As mesmas obras que Ele fez, o mistério do batismo em água, donde o trinitarismo extremo tem produzido o batismo nos títulos de PAI, FILHO e ESPÍRITO SANTO; e o mistério da Deidade... (que era um dos mistérios que ele viria revelar) ... E o mistério da Deidade tendo complemento no batismo no NOME DO SENHOR JESUS CRISTO, segundo o livro de Apocalipse, o qual a igreja nesta era haveria de receber!”. Amém.

42-       “Outro mistério, a Coluna de Fogo voltando novamente. Oh! Isto é o que nós estamos vendo ocorrer. Meus irmãos... Paremos aqui um pouquinho... Se os unicistas batizavam corretamente (porquê eles usam o nome de Jesus Cristo no batismo), por que viria o sétimo anjo para nos mostrar o batismo verdadeiro, e dizer que o mistério da Deidade teve seu complemento no batismo correto, segundo Atos 2:38?

43-       Os Unicistas criam que William Branham era um Trinitario. Quando você vê em muitos parágrafos da mensagem ele falando a respeito dos ofícios de Deus, e tudo, e tem mensagem que você até diz: “Puxa! Por que isto aqui? Será que é porquê foi antes dos Selos?”. Precisamos entender que William Branham, antes dele entrar nos mistérios ele estabeleceu a doutrina! Primeiro estabeleceu a doutrina correta nas primeiras duas partes de seu ministério. Depois que a doutrina estava estabelecida e a Igreja poderia estar na posição de Pedro, com a revelação do que é a pessoa de Jesus Cristo, aí pôde-se trazer a revelação dos Selos. Qual é o problema conosco? Vamos dizer assim: no nosso país? É que nós pegamos a casa pelo telhado!

44-       Quando foi descoberto que a revelação de Deus, ou a abertura dos Selos, foi dada em 1963 então procurou-se imprimir todas as mensagens de 1963 a 1965. Para entender o quê? Se nem se quer a doutrina estava estabelecida? E o assunto que nós temos sobre a unidade de Deus, sobre Jesus Cristo do Novo Testamento sendo Jeová do Antigo Testamento, a temos aprendido com profundidade como William Branham ensinou? Estamos usando as mesmas coisas que se fez, que se programou com a visão das mensagens que se tinham naquele tempo!

45 - Todos nós usamos um assunto muito bom para explicar para os amigos, para os denominacionais, para os parentes a respeito da unidade de Deus, e quando vamos explicar o que é que você pega? “De Volta A Palavra Original”, não é? Foi o estudo que foi feito pra... Eu mesmo aprendi com aquilo, aquele assunto era o que tínhamos! E os três irmãos (eu sei quem fez, quem montou, quem colocou os parágrafos... os parágrafos), que o fizeram (dois irmãos e uma irmã que pegaram todos os apanhados e fizeram), fizeram com toda boa intenção, mas com um assunto que se tinha a 20, 25, ou a não sei quantos anos atrás. Mas depois vieram as outras mensagens, e os Selos, e tudo; e como corrigir aquilo? Vamos permanecer apenas com aquilo?

46 - Aí poderemos cair no mesmo erro de muitos reformadores que pegaram a Justificação e disseram: “É só isso, e acabou?”. Outro pegou a Santificação e disse: “É só isso aqui?”. Outro pegou os dons e disse: “É só isto?”. E Deus continuou abrindo Sua Glória; para frente Deus continuou e eles se estabeleceram ali. Só que esta mensagem não veio para ser denominada; esta mensagem não veio para se tornar uma denominação; esta mensagem veio para nos mostrar a completa Revelação de Jesus Cristo, para nos abrir todos os mistérios de Deus.

47-       Os unicistas ouviam William Branham pregar e diziam: “Ele é um trinitário”, e os trinitários quando ouviam ele pregar diziam: “Ele é unicista”, e ele disse: “Eu não sou nenhum dos dois!”. Hã? Aí é difícil, não é?

48-       Agora vamos ver aqui; na mensagem “A Divindade Explicada” (eu estou aqui apenas com.... Eu estou com ela aqui em português, mas o parágrafo, eu estou usando aqui é... Eu peguei do espanhol. Eu... Era o tempo que eu não tinha ela ainda), mas no espanhol é o 74, ele diz assim: “Muitos de vocês... (como vocês que têm a mensagem, vocês lerão ela com mais cuidado vão encontrar estas palavras aqui)... Muitos de vocês, povos, escutando a isto diriam: ‘O irmão Branham é um unitário... O irmão Branham é um unicista’; eu não sou! Eu penso que ambos vocês estão maus, ambos, unicistas e trinitários, não para ser diferente, porém eu vou pelo centro do caminho!”.

49-       Então precisamos entender perfeitamente qual é o centro do caminho que William Branham seguiu entre os trinitários e os unitários; veja. Se ele era unitário por quê ele iria negar dizendo “Eu não sou”? Então sua revelação no batismo no nome do Senhor Jesus Cristo deve ser diferente daquilo que os unicistas ensinam... Deve ser diferente! Então por quê muitos que se dizem seguidores de sua mensagem têm pregado uma doutrina unicista? Por que aprendemos, muitos de nós temos aprendido uma doutrina unicista a respeito da Deidade?

50-       E quando olhamos William Branham pregando aqueles assuntos da mensagem, deixamos por alto, assim como muitos estão deixando por alto a revelação dos Selos. Mudança de ministério, levantamento de trono, intercessão, sétimo Selo, todas essas coisas; lêem mais deixam de lado “Não, não vamos nos aprofundar em mistérios”. Então vamos entender uma coisa, que o mistério da Deidade era um dos mistérios que o sétimo anjo também viria para nos revelar.

51-       Na mensagem “Mostra-nos O Pai”... “Mostra-nos O Pai”, parágrafo (deixem-me ver aqui), parágrafo 104: “Rapidamente tomemos a Deus em Seu Filho... (porque ele estava pregando como ver Deus; primeiro ver Deus no universo, na criação, depois ver Deus nos profetas, ver Deus no Seu Filho e ver Deus no Seu povo)... Rapidamente tomemos a Deus em Seu Filho. Você crê que Deus estava em Cristo?... (Amém! [a congregação diz amém])... Eu creio nisto com todo meu coração, a bíblia diz que Deus estava em Cristo reconciliando ao mundo consigo mesmo, Ele era Emanuel, em outras palavras Ele era a imagem expressa de Jeová aqui sobre a terra; assim como Jeová se escondeu em carne, vivendo aqui sobre a terra, o unigênito do Pai, Aquele que estava no seio do Pai fez Deus ser conhecido... Mensagem “Mostra-nos O Pai” parágrafo 104. Ele continua dizendo que Deus desceu no Seu Filho para morrer...

52-       Mas vamos a uma mensagem mais conhecida, mensagem “Eu Restaurarei...”; “E Restaurarei” parágrafo é... 32: “Por certo nosso povo hoje crê que há três... (as pessoas, os evangélicos de modo em geral)... O Pai, o Filho e o Espírito Santo são as três pessoas do verdadeiro Deus... (é o que ensinam)... Olha, estes três são ofícios, não três Deuses; escutem-me agora! Nós pensamos que era ridículo a igreja Católica ensinar tal coisa, porém nós fomos direto aqui e os pentecostais rasgaram isto mesmo em pedaços e instalaram outra organização, começando com outra coisa; em lugar de vir como irmão, com amor fraternal, com unidade, o primeiro que um começou a fazer... (Veja)... A ver é que as três pessoas da Deidade estavam em uma pessoa... (Cristo Jesus, aí foi para outro extremo pior do que os católicos)... Era a manifestação de Deus em carne, não outro homem; e então ponha ali e faze um pequeno dogma disto na unidade, assim chamada, então você começa com isto e você começa a insistir com eles; olha, e um faz Deus UM como seu dedo, veja; e você sabe que isto está equivocado, você sabe melhor do Que isto. Porém que foi? Isto foi porquê a oruga começou a comer primeiro a doutrina, em lugar de sentarem, arrazoarem isto juntos; e quando eu venho na... Quando eu vejo as facções dos pentecostais que põem uma mesa aqui, uma grande mesa, e ficam com suas cabeças ao redor e dizem assim olha: ‘Você aqui vai pregar isto, você aqui só ensina até isto, e você lá não pregue mais isto, e você aqui não pode ensinar isto’.... E é assim que eles estabeleceram as doutrinas, e é assim que também querem fazer com esta mensagem tão vasta. 1.100 sermões a disposição, e desses 1.100 sermões William Branham estabeleceu todo ponto doutrinário e apostólico para que nós pudéssemos ter a base onde construir a nossa casa espiritual, a nossa fé no verdadeiro Deus!”.

53-       Mas: “Não, não ensinem isto; não, isto aí é novo; não, isto aí nós não entendemos; não, isto aí não pode”. E nós precisamos fazer o quê? Com humildade no coração, com sinceridade ir aos poucos derrubando estes muros! É tempo de derrubarmos estes muros! Foi o que o profeta também nos ensinou na mensagem “O Selo De Deus”, e creio que (receberam por aqui também? Isso aqui?), “O Selo De Deus”.
Aqui, há algum tempo atrás... (parágrafo 16)... Um construtor... eu estava em Milltown... (creio que é este o nome)... Na igreja Batista de Milltown, onde tivemos um reavivamento. E o irmão Wright, e todos vocês, suponho, se lembram de Marion Lee, irmão George, e todos eles... E ele estava muito perturbado a respeito de algo que eu ensinei do batismo em água. Bem, ele foi para casa, ele estava perturbado a cerca disto, e ele era um construtor.
            Naquela noite ele teve um sonho, o Senhor mostrou-lhe que ele estava edificando uma casa, e ele devia instalar uma janela saliente nela. E assim, ao invés de instalar uma janela saliente nela, ele simplesmente colocou uma varanda...”.

54 - É isso que acontece, Deus manda colocar uma janela, coloca-se uma varanda; Deus manda uma revelação sobre algo, colocamos a nossa própria interpretação, deslocamos de um lado para o outro. Então Deus dá... faz a volta em todo o quarteirão, deixa rodear no deserto por todos os lugares até que um Josué possa introduzir no lugar correto... É assim que Deus faz. Porque Ele mandou estabelecer, Ele mandou foi falar a Palavra; fira a rocha uma vez e fale a Palavra; Moisés feriu duas vezes, não foi assim que Deus mandou.

55-       Deus não mandou fazer o que se está fazendo com esta mensagem! Não, de maneira nenhuma, esta mensagem não veio para ser “cabide” de emprego. Não, não foi para enriquecer as custas desta mensagem; não foi para levantar grandes impérios; esta mensagem veio para cobrir a Noiva de nosso Senhor Jesus Cristo! Não foi para um “cabide” de emprego, para as pessoas crescerem, se tornarem grandes homens, grandes empreendedores... Não! O que é que precisa fazer? Olha...

57-       Então ele estava construindo ali, e ele teve um sonho. O Senhor mostrou-lhe que ele estava edificando uma casa, e devia instalar uma janela. E ao invés de instalar uma janela saliente, ele simplesmente colocou uma varanda e disse: ‘Isto estará bem!’...”. “Ta bom assim. A igreja está sendo abençoada, estamos aumentando, e já foi feito isto, e fizemos aquilo, derrubamos uma grande e fizemos uma maior”, e assim vai e... Olha: ... Assim  quando o dono da casa chegou, disse: ‘Derrube-a!’...”. “Mas não ta bonita?”, ta, ta muito bem, mas não foi assim que eu mandei fazer!

58-       ...’Derrube-a até os alicerces; comece de novo!’...”; nós temos que ter esta humildade de ouvir O Construtor dizer isto “Derrube isto!”. Derrube esta crença; comece de novo. É assim que nós estamos prosseguindo, foi isto que já aconteceu aqui tantas vezes; foi isto que já aconteceu aqui com vocês, foi isto que já aconteceu aqui com vosso pastor. Isto aqui “Derrube e construa de novo”. Aí quando começa a construir o povo acha diferente; “Que negócio novo é esse? Que muro novo é esse?”, “É que aquele ali Ele mandou derrubar”, aquilo ali Ele mandou derrubar; e quando Ele mandar derrubar e for construído outro, ajude construir! Ajude construir! Dê uma força àquilo; existe um propósito naquilo!

59 - Existe um propósito de determinadas coisas que acontece, em determinados acontecimentos em nossas vidas; tanto ministerial quanto no natural, em todos os sentido, tem um propósito nisto!
 ... Se foi-lhe ensinado algo diferente do que a bíblia ensina, de modo que ele disse ‘É melhor que eu derrube a fundação e edifique de novo!’. Eu fui para casa dele àquela noite, e fiquei a noite toda em sua casa... Estudando este assunto, estudando este sonho. Se Ele mandou você fazer alguma coisa, e você fez, e aquilo não combina com a Palavra, então, por favor, derruba e construa de novo!

60-       Sabe o que é que acontece? Às vezes nós nos precipitamos, nós não temos é humildade de esperar em Deus. Você lê alguma coisa, seu pastor prega alguma coisa, e você ao invés de ficar quieto esperando a continuidade, Deus te mostrar mais um pouco... As pessoas já começam a blasfemar, já começam a dizer que aquilo é errado, já começam a dizer que não é assim... E olha; depois quando aquilo for mostrado, se você não tiver humildade para voltar atrás e dizer: “Senhor me perdoe! Eu não tive suficiente humildade de esperar o Senhor me mostrar tudo!”. Eu não tive suficiente humildade...

61-       Quando o profeta pregou a mensagem “Novo Ministério”, creio que em 1959 (1958 a 1959), quando ele disse: “Deus está trabalhando nisto; Ele vai mudar, Ele vai me dar este novo ministério”; ele fala a respeito do inferno. Ele disse assim:
Quando eu comecei a ver o assunto sobre o inferno, eu não consegui pregar aquilo para a igreja, porquê eu não queria ser responsável em ensinar algo errado. Eu esperei de quatro a cinco anos para poder chegar para a igreja e dizer ‘Isto é isto’!”. Amém! Quatro a cinco anos a respeito do inferno, para poder mostrar dentro das escrituras o que o inferno significa; mas também quando ele mostrou, ele disse “O inferno não é um lugar, é um estado de espírito”; quando ele mostrou, ele disse: “O inferno não será uma coisa para a eternidade”, porquê aquilo teve um princípio, ele mostrou sobre o lago de fogo; mas ele passou quatro a cinco anos, segundo suas próprias palavras, orando a Deus e pedindo uma resposta sobre aquele assunto.

62-       Então, às vezes nós nos precipitamos com determinadas coisas, e não esperamos... Mas a sorte que nós temos é que ele já deixou tudo mastigado para nós, as pessoas não querem é engolir; as pessoas não querem é engolir (não é isto?)... Ta com preguiça de engolir; está aí nas mensagens, ta com preguiça de engolir.

63-       Agora, para concluirmos aqui (eu creio que falta o quê, uns cinco minutinhos... Cinco minutinhos), eu mostrei para vocês oito pontos a respeito da crença de William Branham sobre a Deidade; mas se tivermos tempo, em outro culto, nós poderemos mostrar cada um destes pontos dentro das mensagens... Estas oito declarações maiores que o irmão Branham fala a cerca da Deidade, a cerca da Divindade, e aqueles que se dizem crer nas palavras do mensageiro do tempo do fim deveriam ter suficiente coragem de olhar esta doutrina para ver se o quê está crendo não é uma doutrina unicista! Vêem?

64-       O ponto número um diz que irmão Branham nunca disse ser um unitário; ele negou ser um unicista, isto está na mensagem “A Divindade Explicada” quando ele disse: “Muitos de vocês, povos, escutando eu pregar assim, diz ‘irmão Branham é unicista’”, ele disse “Eu não sou!”.

65-       O ponto número dois diz que o irmão Branham disse que Deus não é UM como o nosso dedo... E eu há muito tempo pensava que era assim, que Deus era UM como meu dedo; apenas isto, já que no céu só tem um trono e um sentado no trono, mas nós falhamos em ver que naquele trono... Aquele trono, lá do Milênio, o trono da eternidade quando foi estabelecido no livro de Apocalipse, diz que o Cordeiro estará sentado no trono e Deus N’ele; porque Deus, o Pilar de Fogo, estará por cima. Por isso que Ele é a Luz e o Cordeiro é Sua Lâmpada!

66-       Aí o profeta diz... Irmão Branham disse que Deus não é UM como seu dedo é um (na mensagem “Mostra-me O Pai”), parágrafo 96: “Há somente UM Deus, mas eu descordo e não estou de acordo com a organização pentecostal... (que é a Pentecostal Unida)... que chama a Unidade como seu dedo é UM, e isto está errado, absolutamente está equivocado!”; William Branham cria assim: “Deus está em Cristo!” [a congregação diz Amém].

67-       Ponto número três, o irmão Branham disse que Jesus não podia ser Seu próprio Pai... Porque é muito fácil combatermos os trinitários, mostrando a profecia de Isaias, o Pai da eternidade! Veja; é muito fácil... Mas nos esquecemos quando Ele disse: “O Pai que está em mim é quem faz as obras”; Ele poderia dizer “Eu e o Pai somos um”, mas Ele também podia dizer assim olha: “Eu Sou o princípio e o fim”. Agora Deus tem princípio? Não, senhores, Deus não tem princípio nem fim!

68-       Bem, “Hebreus Capítulo Quatro”, o profeta diz assim, parágrafo 128: “A unidade o  tomou, o grupo de pessoas unicistas, e trataram de fazer a Jesus o próprio Pai... (veja)... O próprio Filho, e o próprio Espírito Santo; só um ofício em um lugar, UM como seu dedo; isto está ERRADO! Deus não pode, Jesus não podia ser Seu próprio Pai, se Ele foi então Ele... Bem, como Ele poderia haver sido Seu próprio Pai?... Veja; ele disse que existia uma diferença, só uma diferença entre Deus... Ou,  entre o Pai e o Filho...E o Filho...

69-       Ele disse na mensagem “Hebreus Capítulo Sete”, na primeira parte, no parágrafo 25. “Agora, a razão, que há uma diferença entre Deus e Jesus...” Vê? Jesus teve um princípio... Deus não teve princípio; Melquisedeque não teve princípio, e Jesus teve um princípio.... Porém Jesus foi feito semelhante a Ele. Porque precisa-se... Quando o profeta pregou sobre a Deidade ele começou desde o primeiro ponto! Desde o primeiro ponto, aí o povo acompanhou aquela pregação; é como vocês que têm acompanhado aqui, desde o início deste ministério... Desde o início quando foi mostrada as revelações dos Selos, então vocês compreendem com facilidade, o que é diferente de uma pessoa que pega um único Cd, e quando coloca aquilo é “BUM!”, ou explode de vez ou a pessoa cai por terra de joelho, ou uma coisa ou outra...

70-       É diferente de você que vem acompanhando, é diferente àqueles que começaram desde o início. Precisamos desde o princípio, quando o profeta começa a mostrar o início de tudo. E na mensagem “Perguntas e Respostas Sobre Gênesis” ele nos mostra além do princípio, antes do princípio quando ainda havia a eternidade, e ele disse “Aquele Ser eterno nem se quer podia ser chamado de Deus, porquê Deus é um objeto de adoração  e ali não havia nada para lhe adorar”; não havia escuridão, não havia ar para se respirar, não havia estrela, não havia ácaros, não havia nada! Só existia a eternidade e esta eternidade era Deus! Aí ele diz: Então começou a Sua primeira criação, quando Dele, deste Ser, saiu uma pequenina Luz branca, e aquilo é chamado O LOGOS QUE SAIU DE DEUS! Ele diz: Aquele era o Filho de Deus. Teve um princípio, estava com Deus, porque em Deus estava ser Pai, ser Filho, ser tudo!

71-       Então saiu Dele, por isso que a Bíblia diz “Ele foi o princípio da criação de Deus!”. Foi gerado, não como seu corpo, mas algo como uma teofania ou sobrenatural. Mas quando chegou o momento de se encarnar, aí diz assim: “Entrando no mundo, disse: Sacrifício e oferta não quiseste, mas um corpo me preparaste”. Amém!

72-       Foi o corpo criado no ventre de Maria, onde aquele Filho de Deus pode vir em cena e Deus morar naquele tabernáculo de carne em plenitude, para reconciliar o mundo consigo mesmo. Por isso João deixa isso bem claro, combatendo quem não cria dessa maneira, veja. Aí ele diz: “Olha, todo aquele que prevarica e não persevera na doutrina de Cristo, não tem a Deus; quem persevera na doutrina de Cristo, este tem tanto o Pai quanto ao Filho”. Amém.

73-       Meus amigos, o tempo não nos permite ir a diante neste assunto, é muita coisa, eu não li nem três ou quatro parágrafos aqui. Mas Deus vos abençoe, Deus vos guarde... Deus vos abençoe! [a congregação aplaude].

Este sermão Deidade parte 11 – “A Doutrina do Profeta” foi entregue no Tabernáculo Branham na cidade de Franca – SP – no dia 24 de Julho de 2004 por Ir. Rosendo



www.doutrinadamensagem.com.br

doutrinadamensagem@gmail.com

http://diogenestraducoes.webnode.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário